Escolhi te amar...

em 3 de junho de 2018


Naquele dia quando você não desistiu, mesmo quando eu disse que minha vida estava complicada e tinha outro foco.
Quando você não hesitou em ser você mesmo. Cheio de defeitos e ciúmes.

Escolhi te amar, pelo seu jeito único de pedir perdão na nossa primeira crise, afinal 150 vezes a mesma canção no e-mail não é muito normal. “I beautiful mess”.

Escolhi te amar, pela intensidade do olhar... Intensidade da voz. Pelo jeito de não demostrar tudo que você era pra mim, mas, eu via, em pequenos detalhes... O nervosismo a cada telefonema. As desculpas que você “arrumava” para segurar a minha mão, ou... O seu jeito de observar de longe, mesmo quando eu não via, sentia.

Escolhi te amar, quando por fim eu comecei a entender algumas de suas atitudes e que a vida que eu levava era um pouco difícil de lidar, mas, mesmo assim você tentava.
Quando apesar da distância você se mantinha presente, cuidando, elogiando, participando de tudo e, quando eu desanimava me incentivava e estava sempre ao meu lado.

Escolhi te amar, porque eu me descobri respeitada como mulher, como nunca antes. Valorizada no meu trabalho e em meus dons. Aceita na minha fé, mas acima de tudo amada com todas as minhas falhas; insegurança, possessividade, medos...
E, por que eu aprendi que eu podia ser mais que uma pessoa meio feliz, meio realizada, meio livre, pois a totalidade era o meu caminho. Que eu podia mais que caminhar, com você eu aprendi a voar, a rir novamente, a traçar novas metas que eu nem me achava merecedora.

Eu escolho te amar.
Eu escolho cuidar, orar e que você seja para sempre o meu ultimo e primeiro pensamento. Eu escolho nunca mais deixar ninguém ocupar o seu espaço, porque dois sentimentos tão grandes não cabem em mim.
Mesmo que tudo que era para ser, nunca seja... Sentirei para sempre sua voz, seu toque, suas palavras doces, seu cuidado, seu amor.

Ainda que você tenha desistido me amar, você me transformou em um ser humano melhor... Minimalista, confiante, independente, livre e que se permite decidir o que quer, talvez por isso... Eu acredito que esse amor nunca vai morrer, porque a cada dia todos os sentidos desse sentimento se tornam mais latentes e intensos.

Eu escolhi te amar... Para sempre.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!