ONE NIGHT PROMISED – JODI ELLEN MALPAS (Resenha)



(Spoiler Leve)

Ou “Uma Noite Prometida”, é um livro que faz parte de uma trilogia, claro né... Caí de novo na trilogia! E sinceramente eu comecei a ler esse livro de forma muito, mas muito inusitada, com uma insônia terrível, meu médico disse: “leia um livro chato”. Então eu tinha ganhado uns créditos do Google pra comprar E-books e li à sinopse e pensei, “lá vem mais um Mr. Grey, vou comprar esse...” Só que fui surpreendida!

Gente esse livro é um livro cheio de momentos que te surpreendem, e o que eu mais gosto em um livro? Que me surpreenda! Porque não há nada mais chato que um livro óbvio, a obviedade numa literatura é lamentável!

Aqui começa um pouquinho de Spoiler, juro pouquinho!

Livy, é uma garota jovem que trabalha numa cafeteria, pobre e mora com a avó (melhor pessoa). E Miller, ah gente não curti nadinha, pensei logo, "Grey da nova geração", já cheia de defesas contra o cara, mas gente esse cidadão é pior que eu, cheio de toque, paranoico, louco de pedra... Esquisito pra cara...ca!
Aí chega e rola uns paranauês que não vou contar e o cara chega pra Livy e diz: “Quero 24 horas com você, sem compromisso, só 24 horas!”
E nisso o cara investe, persegue, seduz e tals...
E, você já do lado de cá que já devia estar dormindo está assim: “Não Livy sua burra não caí nessa, saí fora, corre que é cilada!”

E ela corre, mas o cara vai atrás, cerca daqui e de lá e cede!!!
Aí que %$#%&!
Aí você pensa, vai começar a baixaria de chicote, amarras, balanço, quarto da dor, ah que me...leca!

Mas não... O cara é de boa manas!
Tirando o toque por limpeza e deixar tudo “alinhadinho” o cara é legal, charmoso, não fala baixaria, não tem palavrão, é uma literatura até alto nível.
Aí você pensa, “putz vai se apaixonar e se ferrar... Eu avisei, avisei...”
Mas ai Miller, dá uma mancada fenomenal no meio da noite e interrompe as 24 horas!

Yes! Yes! Yes!!!

Aí você pensa, "agora vaza Livy, vaza miga... Concerta isso tudo".

Só que é tarde né... Ela já não consegue parar de pensar na criatura, nem entender o que ele fez...

Aí a vida se encarrega de deixar os dois cara a cara de novo e Miller cara de pau, vai cobrar as horas que faltam... Será que Livy vai resistir?

Juro que não conto. Hahahahahah, sim sou má!

Só digo uma coisa, o fator surpreenda-me não acaba nunca!

E, para a gente não ficar triste, ainda tem mais dois livros depois desse.



Uma noite rejeitada...                                                     E, uma noite revelada.

Esses eu ainda não li, mas, obviamente eu virei fazer a resenha para vocês.

Millher, ainda é uma incógnita para mim, ainda não gosto dele, vamos ver se ele me ganha nos próximos livros...

O fato de eles não descreverem passo a passo do sexo e não falarem tanto palavras de baixo calão já merece muito nosso respeito. Mas, eu digo só uma coisa, se você quiser fugir da insônia e dormir, não leia esse livro, ahahaha!

Se eu indico? Claro!

4 estrelas... Para o primeiro livro!

Bjokas amoras. Leiammmm


LEIA MAIS

Seda By Rayza (Resenha)


Oies amoras!!!

Cheguei com aquela resenha "sincerona"! Porque? Por quê lidamos com a verdade. Na real quando a gente admira uma personalidade como eu admiro a Ray é difícil, a gente tende a elogiar mais, porém eu preciso ser imparcial e serei!!!

Então vem!!!

Enfim encontrei a linha Seda By @rayzanicacio ! Mas foi muitooooooo difícil, eu andei viu? Achei o shampoo e condicionador na "Goya" de Santo André e só depois de 15 dias eu encontrei o creme para pentear na Goya de São Bernardo do Campo. O que me leva a entender que as cacheadas estão comprando muito creme para pentear e isso eu entendi o porque na minha experiência!

Vou começar falando que amei o cheiro, me ganhou absurdamente, mais até que o "Match" de "O Boticário"  (e ele é cheiroso heim)! Apesar do shampoo ter sulfato eu achei ele muito suave e não senti nenhuma rigidez nos fios, o condicionador é uma delícia, emoliente e desembaraça perfeitamente. Mas... Sempre tem um "mas" no meio do caminho não é? O creme para pentear ficou devendo na hora de modelar os cachinhos, para os meus cachos, que são mais abertos, ele é ralo e aí a gente que usa modelador, sente a necessidade de usar uma quantidade muito maior, mas é maior mesmo, se você tem o cachos fechados, talvez não sinta tanta necessidade, mas, no meu, tive que usar muitooooo creme para segurar os fios. 
Só que aí vem a surpresa e eu adoro ser surpreendida, quando seca e você vai passar aquele óleo e modelar os cachinhos do amor, a maciez do cabelo e o brilho, gente... Que delícia!

Aí você pensa: "É cacho definido e com brilho que você quer, então toma!" 

(fotos sem make na pele, por motivo de tratamento)


Ah você amou Deia? 

Então... Vamos pensar juntas, no Day after, ele não segurou os meus cachos mais abertos, porquê eu tenho duas texturas, cachos mais fechados na lateral e atrás e cachos mais abertos no alto da cabeça e na frente... Essa parte mais aberta, quando eu acordei os cachos "já era"... Mas, nada que um pouco de creme não resolva.

Então assim, para meu cabelo, acredito que vai funcionar o shampoo e o condicionador e usar um modelador mais potente para segurar os cachos por mais tempo.

Quanto ao custo, nossa gente é maravilhoso. Eu paguei:

Shampoo R$ 4,99
Condicionador: R$ 5,99
Creme para pentear: R$ 6,99

Lembro que a "Goya" é uma loja enorme, que vende no varejo e atacado e, com preços especiais. Eu passei na Drogaria São Paulo para ver o valor do creme para pentear e estava R$ 10,99.

Mas sinceramente eu amei a linha e adorei esse cheiro, fiquei mesmo apaixonada. Super indico, da até um relaxamento bom!

A linha é boa, a Seda há tempos não acertava numa linha como essa, mas, os nossos cabelos tem texturas diferentes, agora, quem sabe a Ray como embaixadora não consegue um modelador dessa linha? Ainda que com um valor maior eu queria muito! Bjokas!!!

#cacheadasim #enfimcacheada #sedabyrayza #intimasdaray #cacheadasdopoder #testado #aprovado #resenhasincera


LEIA MAIS

Escolhi te amar...


Naquele dia quando você não desistiu, mesmo quando eu disse que minha vida estava complicada e tinha outro foco.
Quando você não hesitou em ser você mesmo. Cheio de defeitos e ciúmes.

Escolhi te amar, pelo seu jeito único de pedir perdão na nossa primeira crise, afinal 150 vezes a mesma canção no e-mail não é muito normal. “I beautiful mess”.

Escolhi te amar, pela intensidade do olhar... Intensidade da voz. Pelo jeito de não demostrar tudo que você era pra mim, mas, eu via, em pequenos detalhes... O nervosismo a cada telefonema. As desculpas que você “arrumava” para segurar a minha mão, ou... O seu jeito de observar de longe, mesmo quando eu não via, sentia.

Escolhi te amar, quando por fim eu comecei a entender algumas de suas atitudes e que a vida que eu levava era um pouco difícil de lidar, mas, mesmo assim você tentava.
Quando apesar da distância você se mantinha presente, cuidando, elogiando, participando de tudo e, quando eu desanimava me incentivava e estava sempre ao meu lado.

Escolhi te amar, porque eu me descobri respeitada como mulher, como nunca antes. Valorizada no meu trabalho e em meus dons. Aceita na minha fé, mas acima de tudo amada com todas as minhas falhas; insegurança, possessividade, medos...
E, por que eu aprendi que eu podia ser mais que uma pessoa meio feliz, meio realizada, meio livre, pois a totalidade era o meu caminho. Que eu podia mais que caminhar, com você eu aprendi a voar, a rir novamente, a traçar novas metas que eu nem me achava merecedora.

Eu escolho te amar.
Eu escolho cuidar, orar e que você seja para sempre o meu ultimo e primeiro pensamento. Eu escolho nunca mais deixar ninguém ocupar o seu espaço, porque dois sentimentos tão grandes não cabem em mim.
Mesmo que tudo que era para ser, nunca seja... Sentirei para sempre sua voz, seu toque, suas palavras doces, seu cuidado, seu amor.

Ainda que você tenha desistido me amar, você me transformou em um ser humano melhor... Minimalista, confiante, independente, livre e que se permite decidir o que quer, talvez por isso... Eu acredito que esse amor nunca vai morrer, porque a cada dia todos os sentidos desse sentimento se tornam mais latentes e intensos.

Eu escolhi te amar... Para sempre.
LEIA MAIS