Minha transição capilar, passo a passo!

em 20 de maio de 2018

 Enfim cacheada!!! 02 anos de transição.

 

 Em abril de 2016, exatamente no dia 09, eu tive um corte químico. Mas não aconteceu por acaso, eu vinha de 10 anos de maga hair... Até que meus fios não aguentaram. E ficou assim:


Horrível né gente? Imagine o quanto eu chorei... Mas, esse dia foi fundamental para eu mudar a minha vida, para eu decidir que iria respeitar e recuperar os meus fios. Mas, para quem pensa que foi fácil... Ah, vocês não imaginam como foi complicado.

Sem saber por onde começar, eu fui para a internet. Graças a Deus lá encontrei várias blogueiras, ou YouTubers que eram especialistas em recuperar cabelos danificados. E eu resolvi seguir o cronograma capilar da Renata Meins. Bom na época o canal dela era maravilhoso e com toda sinceridade salvou o meu cabelo, mas não é rápido, foram algumas semanas para ele mostrar sinal de melhora.

04 semanas de tratamento (reconstrução, umectação e hidratação)

Eu decidi que iria assumir meus cachos, mas com sinceridade absoluta eu não me lembrava como era o meu cabelo original, já que desde os 12 anos eu fazia amaciamento, relaxamento até chegar na "destrutiva", é como eu chamo a progressiva, pois meu cabelo não é apto a passar por esses processos tão agressivos.

Então eu comprei vários produtos:


  


E descobri que não era barato cuidar do cabelo cacheado, pois eu cresci numa família que cabelo crespo era cabelo ruim, que não precisava cuidados. Onde o cabelo crespo era difícil de cuidar, doía para pentear e que era horrível, ponto.


Só que eu quando quero uma coisa, ahhhh... É louco quem tenta me desafiar, mas, não pensem que foi fácil, pois eu ouvi tantas besteiras, "seu cabelo era lindo", "você fica mais sofisticada com cabelo liso, escovado, bem tratado." E por aí vai...
E para conseguir deixar ele crescer sem estar lavando todo dia, muitas vezes eu mantive seco, dava uma pranchadinha ou usava preso.



(03 meses de cronograma capilar)

Daí então, vocês dirão, nossa cresceu rápido! 

Segura aí as coisinhas que eu fiz para ele crescer... Óleo de coco, óleo de mamona (esses eu fazia massagem no couro cabeludo), shampoo com café (lavava o cabelo com a cabeça abaixada). Sim eu paguei esses micos! Não acabou, comprei o kit "crece pelo" (se escreve assim)... E acrescentava na hidratação, leite de coco, óleo de coco e bepantol... Aderi aos métodos Low Poo, só uso produtos liberados. E jamais deixo o cabelo sem protetor térmico.

 

Parecia tudo perfeito não é?

Só que não! Quando tudo caminhava para cachos deslumbrantes, eis que aparece o Scab hair!


(Foi então que eu fiz o primeiro corte significativo para o meu cabelo.)

O scab hair, é aquela parte do cabelo que começou a nascer após você ter parado com a química, essa parte nasce mais aberta do que realmente irá ser, nasce um pouco mais áspera, rebelde, não cacheia e é o terror para quem esta em transição e não quer usar nada quente como secador e/ou chapinha. 

Como tratar o scab:

  • Fazer massagens capilares com óleos vegetais, irão ajudar a tratar os fios desde o seu nascimento, lá no folículo capilar evitando o scab hair. Vamos lembrar que o oleo de coco penetra dentro do fio, recuperando e hidratando, só uso ele.
  • Procurar ter uma alimentação rica em vitaminas e proteínas, pois isso irá levar uma porção de coisas boas para o interior do seu fio.
  • Manter uma rotina de hidratações será importante também, para que os fios cresçam macios, com brilho e cheios de vida.

(fonte: #todecachos)

Mas Deia, você não fazia isso?

Sim! Eu fazia, mas vai entender... Além do mais meu cabelo foi tão judiado que eu não me achava digna de reclamar, mas, pensei muitas vezes que ele não iria cachear.

Então, investi em mais tratamento.


(Sou um pouquinho exagerada! )kkkk

Mas eu nunca perdi a fé!!! E tentava achar que mesmo com duas, três, ou mais texturas o cabelo podia ser glamouroso.


Só que tem uma hora que não dá mais e precisamos tirar as pontas lisas...


Em janeiro de 2018 eu fiz um corte quase definitivo, pois nas pontas da parte da frente ainda tinha um pouco do scab hair.

Até que agora em abril, quando fez 02 anos da minha mudança e aceitação do meu cabelo eu cortei novamente e agora não tenho, nem químicas, nem scab hair e meus cachos chegaram!!!


Eu tenho fios brancos e manter a cor preta é um desafio. Faço umectação nas pontas na noite anterior a coloração e faço retoque só na raiz! E quando vou ao salão, pq eu corro de salão, eu levo meus produtos.


Só que o cabelo perde o corte e a gente entende que precisa de vários acessórios para manter esse volume todo no lugar. É uma fase difícil para o day after, pois não dá pra prender pra dormir, eu tento usar a toca de seda, mas eu e ela não nos damos muito bem.

Hoje o produto que eu mais gosto é o Joiko Curl Nourished.

Mas, como ele é um produto um pouco caro, deixo ele para quando vou sair, para ocasiões especiais.

Eu estou testando muitos cremes, modeladores, mas sinceramente eu descobri que meu cabelo gosta mesmo de cachear. 
Minha rotina:  
Lavo (shampoo liberado) a cada 03 dias (não sei o que vou fazer nesse inverno), borrifo a mistura 90% de água para 10% vinagre de maçã, passo a mascara (to usando a Dream Cream da Lolla), deixo agir por 5 min, uso condicionador e finalizo com o cabelo úmido para seco. Ao menos 1 x na semana eu faço hidratação e 1 x por mês reconstrução com touca térmica.

Eu fiz a resenha do mach do "O Boticário", lá no instagran @deianevves .

Agora aquela dica de amigona, BFF mesmo, veja esse vídeo abaixo, esse produto é maravilhoso, o cabelo fica emoliente. Ele tem 500 ml, é um produto da Kelma Cosméticos que eu não conhecia, contem, manteiga de karité e abacate, óleo de girassol e proteína do trigo. Custa R$ 9,99 e deixa os cacho super definidos e brilhosos e foi ele que usei na foto no topo da postagem. Super indico!!!



Bom amoras é isso, agora é lidar com o crescimento e cuidado com meu cabelo crespo e cacheado. 

É muito importante que saibamos que nossos cabelos muito ao contrario da ditadura a qual fomos educadas, não são ruins, não são duros, nem devem ser tratados de qualquer forma. Nosso cabelo é sim lindo, precisa de cuidados pois a maioria dos fios são muito fininhos, delicados e nós perdemos sim mais tempo cuidando deles para que sejam sempre saudáveis e brilhosos.

A quem esta em transição, paciência é a palavra!!! Mas eu afirmo, vale muito a pena.

Do que eu não abro mão: óleo de coco, pente garfo.

Boa sorte a todos e viva as cacheadas e estou muito feliz em mudar a hastg, agora é #enfimcacheada ;)

cachos, transição capilar, cacheada, crespos, scab hair, 

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!