The Chosen "A escolha" J.R. Ward Resenha

em 6 de agosto de 2017


Atenção Spoiler

Oi amoras...
E aqui estou, para mais uma resenha dos nossos vampiros queridos da IAN!!!
Levei 04 dias para ler, naquele meu ritmo "cefaleia" de ser... Afinal é essa a realidade, não é mesmo?
Mas bem, todos leram que tem spoiler? Ok, vamos lá!

Resenha:

Finalmente, após Rhamp e Lyric nascerem, estava na hora de Layla e Xcor se resolverem não é messssmo? Nós já imaginávamos que não seria fácil, mas, ninguém imaginaria que Qhuinn seria o personagem louco que iria sair da caixinha e transformar o mundo dele e Blay, de Layla, Xcor e do Rei cego num inferno? Pois é e acreditem, eu odiei Qhuinn, muito! Já V, teve atitudes tão nobres que eu pensei se seria ele a ficar no lugar da Virgem Escriba (alias que surpresa a escolha da Deusa da raça).

No desenrolar do livro temos Trez desolado pela perda de sua Selena, mas aí a autora teve a brilhante ideia de surgir com um clone de Selena, que atende pelo nome de Therese e se candidatou a vaga de garçonete no Sal´s de iAn... Imaginem como Trez pirou com isso? Lassiter é bom em pirar as pessoas não?

Se tem uma coisa que realmente eu gostei nesse livro, foi o empoderamento das fêmeas, elas falaram o que pensavam e defenderam o que amavam, achei lindo.

Por outro lado detestei Tohrment e Qhuinn desobedecendo o Rei. Pior que isso foi  Throe lidando com algum tipo de "magia negra" para criar um exército de sombras ou bolhas, algo muito estranho e mal explicado, vamos precisar de mais livros para entender...

Xcor nunca foi a pessoa que eu simpatizasse, mas, conhecer a historia do bastardo no velho continente nos faz repensar algumas coisas... Sem contar um parente de sangue na irmandade, acreditem!

Outra coisa que parece não estar tão bem é o relacionamento de Vishous e Jane, já que o guerreio se sente deixado de lado, devido a dedicação da médica aos seus pacientes. E, por falar em paciente, parece que Assail vai de mal a pior no processo de "abstinência", nessas horas que penso, "onde está Lassiter"? Confesso que estou ansiosa para um livro de Assail e Marissol.

Bom, eu amo qualquer livro que me mate um pouco a saudade da Irmandade, mas preciso ser sincera e dizer que nem de longe esse é um livro da Ian que você lê e pensa, "puxa que livro phoda"! Ja-ma-is!!! É no máximo um livro mediano. É um livro onde se não fosse o grupo de Bastardos de Xcor, os lessers teriam levado a melhor sobre os Guerreiros da Irmandade. É um livro previsível, total e absolutamente. É um livro tão vazio que a autora enche linguiça fazendo piada com as fraldas dos bebês.

O final, eu já sabia desde o principio do livro e, para nós viciados em leitura isso é horrível! Todos sabemos que Ward pode nos oferecer muito mais que isso. Sendo sincera os livros do "Legado" tem sido inclusive melhor. Esperamos cerca de 01 ano por um livro da Ian e sabemos que merecemos mais que um livro mediano. Tirando os trechos da infância de Xcor que são de fato tocantes, muito pouco é novo para nós. Por isso para mim esse livro merece apenas ** estrelas.

Essa foto acima é a capa oficial do livro no Brasil.

Onde comprar?

O exemplar em português se encontra em pré-venda na Saraiva, o lançamento esta previsto para 31/08/2017, garanta o seu, CLIQUE AQUI

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!