Resenha Série Up In The Air (Voando Alto) – Autora: R. K. Lilley

em 10 de março de 2017


Vou tentar cometer pouco Spoiler.

Oie amoras!

Fui desafiada a ler a série “In the air”, já que eu vivia questionando as pessoas que criticavam Grey e Gideon... Porque eu sempre disse que eles não eram exatamente praticantes de BDSM - Bondage e Disciplina (B/D), Dominação e submissão (D/s) e Sadismo e Masoquismo (S/M), já Nathaniel se aproximava mais disso, na minha visão periférica de quem sequer simpatiza com esse paranauê todo! Eu não queria, já que minha lista é grande, mas comentei com Gisa  e ela disse duas palavras mágicas, “Best Sellers”, sim no seguinte contexto: “Nossa honey, esses livros são best sellers na guinga!” Aí aquela coisinha que corroí a gente por dentro, começou a me empurrar para esses livros, porque eu precisava ler e fazer a resenha para o Blog! Rs...

Vamos lá, quando eu comecei a ler o primeiro livro, me deu uma preguiciiiiinha, quase desisto... Bem para começar, James Cavendish é loiro né, eu já não curti (me perdoem os loiros kkk) e, Bianca, meio seca, grossa mesmo pra dizer a verdade. Aí peguei antipatia pelo casal de vez, mas tinha Stephan, o amigo/irmão de Bianca, que é uma figura carismática e doce e foi a historia de vida deles, de abandono e violência que me fez continuar...

Bianca é aeromoça e trabalhava com Stephan na primeira classe. O trabalho, assim como a casa, que compraram vizinhas tinham sido conquistado com muito esforço e era motivo de muito orgulho. Afinal só eles sabiam de onde e como vieram e mais que isso, sabiam que só tiveram a vida toda um ao outro. A cada dia de trabalho ao decolar, Bianca segurava a mão de Stephan e ela sabia que seria assim, para sempre.

James Cavendish, é o único herdeiro de um império hoteleiro e teve que aprender rápido que as pessoas nem sempre são boas, não importa o quanto você está vulnerável e depende delas... Muito cedo teve que aprender a lidar com suas próprias dores e encontrar dentro de si, um refúgio para suas amarguras...


Naquele exato momento, em que seus olhares se cruzaram, enquanto Bianca o Sérvia um tanto perturbada,  James Cavendish, reconheceu o chamado da submissão...


Agora vou contar para vocês, a brutalidade desse Sr. Cavendish na primeira vez da Bianca é pra a pessoa sair correndo e nunca mais na vida voltar, como diria uma amiga minha #quediabeisso !!!
(Eu sou daquelas que lê e fica brava sabe? Quando eu leio eu ando com o tablet pra onde vou, vou pra cozinha, levo... Atender o portão, levo... Ver o forno, levo... E falo sozinha e gesticulo... Imaginem... meu sonho é uma bateria eterna).

Aí eu fico inconformada com o padrão de “deliciamento” de um homem dessas autoras, Cavendish estava esperando Bianca para o primeiro encontro, de bermuda preta com listas laterais brancas...
Oi? Para quem imagina um CEO de terno, com cara e cheiro de quem acabou de sair do banho, derrubou o forninho né? Ok, voltando...

É tanta cena de sexo que eu fiquei pensando como essa moça conseguia sentar e se era possível uma pessoa tomar tanto diamante azul(1) assim e não ter um infarto. Porque cá para nós é humanamente impossível! Se for, alguém comenta aqui para nós leiguinhas.

O livro é hiperhot(2)! Chega cansa! Mas Sr. Cavendish capricha na variação. Não é como Cross ou Nathaniel que é basicamente cópia de Grey, nãoooooooo, peraí, NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOO MESMOOOOO!!! 

São cenários diferentes e brinquedos diferentes, maldosos e doloridos, pra ca... caramba! Chega uma cena que eu desisti de ler, porque eu sempre achei e acho que Asfixiofilia (interromper o fluxo respiratório do outro ou de si próprio por determinado tempo), inaceitável e até isso rola nesse livro! Aí foi demais para a minha cabecinha já problemática, quase que eu morro de claustrofobia (brinks).

Por outro lado, no decorrer do livro a gente entende o que fez Bianca se tornar esse iceberg, a monstruosidade que é o seu pai. A importância de Stephan. E ela sofre muito ainda na trama. Não podemos negar a qualidade da narrativa, da continuidade. R. K. Lilley, tem qualidades inquestionáveis, mas é sim uma série forte, que mexe com suas emoções, você certamente vai rir, chorar, ficar brava, achar ridículo alguns apelidos e por aí vai. E é isso que a gente espera do livro, o problema é que é tudo over!!!

Para mim o grande erro foi o terceiro livro ter tantas mudanças drásticas, Bianca se transforma em um piscar de olhos, de uma mulher arisca e distante, ela se 8desmancha... Tudo, tudo acontece, desenrola no terceiro livro. James Cavendish tem uma súbita mudança e começa a ajudar tudo e todos que ele até então não queria nem em sonho ver por perto. Quem a gente tem vontade de ter na nossa vida, se desse a gente trazia do livro para o real é Stephan, eu ouvi amigas dizendo que ele é seu Crush... “Migas entenderam errado!”

As imagens que tem de fundo dos e-books são lindas e a imagem final é de matar...

Deia, vale a pena ler?

É o seguinte, se você curte um livro bem escrito e hot, hot, hot, vale!

Agora, se você tem uma gastura com cenas de dominação, pet play, coleiras, Edgeplay e fica nervosa, como eu fiquei, não lê não, eu já contei pra você e na net tem spoilers, da uma olhadinha.
Eu posso dizer que tudo acaba em bolo ;) e assim oh, olha a foto!

Para quem leu e gostou ou quem já esta doida para ler e sabe que vai gostar tem o 04 volume que é esse aqui abaixo.

Ele fala de Lana e Akira, Lana é concorrente de James Cavendish no ramo hoteleiro, mas os dois são muito amigos e ela e Bianca se tornam grandes amigas.

Não sei se vou ler, vou dar uma espiada se segue a mesma linha primeiro.

Sinopse: "Lana não pode se lembrar do tempo quando ela não estava perdidamente apaixonada por Akira. Mesmo sabendo que ele a via como uma irmã mais nova, isso nunca ajudou a amortecer seus sentimentos. Uma noite juntos só fez piorar. Depois de seduzir Akira, tornou-se evidente que o seu caso de amor estava perdido, e de coração partido, Lana fugiu de sua amada ilha paradisíaca. Oito anos mais tarde, Lana finalmente volta para casa, planejando ficar por pouco tempo, e só para os negócios, mas seus planos de ir rapidamente dão errado quando ela reencontra o homem que ela nunca conseguiu esquecer. "

Você achou mesmo, que eu ia embora sem contar uma fofo... curiosidade?

Dessa vez é da autora, presta atenção #migasualoka

R.K. Lilley tem sido uma escritora desde que ela pode se lembrar, mas manteve alguns trabalhos interessantes para pagar as contas. Durante vários anos ela era uma aeromoça de primeira classe, e ela sempre jurou que ela tinha que escrever um livro sobre isso. Misturando seu amor de romance e todas as coisas BDSM, o Up In the Air Trilogy é sua estréia no mundo de romance contemporâneo e erotico. Atualmente, ela está trabalhando na última edição da série.

Babado né? Será que tem um pouco de verdade nessa trilogia? Aí que curiosidade!

Nota? para mim 3,5 pela boa narrativa.

Então né, nos vemos logo!
Até a próxima.


(1) Como é popularmente chamado o medicamento para disfunção erétil.
(2) Como são classificados os livros com muito sexo.

Pesquisa: goodreads.com/google/amazon

A venda em português livro 01 na Amazon
CLIQUE AQUI

E, então... Acreditem que as 01:06 dá manhã cá estou eu, refazendo a resenha e mais, acreditem que eu li mais de 100 páginas do livro Mr. Beautiful, que é a visão de James Cavendish, fala sério! Isso que é menina obediente e que faz a lição de casa. É que eu soube desse livro após o fechamento dessa matéria e como a gafe foi minha eu vim aqui corrigir e deixar um trechinho do Sr. Cavendish se auto descrevendo.

"(...) . Eu fui refeito quando meus pais morreram, passei de uma infância feliz para navegar em um mundo sombrio, com centenas de responsabilidades, rodeado de inimigos, e desesperadamente sozinho. Aconteceu novamente nas mãos de um predador covarde. Fiquei mais enojado após isso, mais cínico e, sem duvida, me converti no filha da puta que sou hoje. 

A terceira vez aconteceu rapidamente. Um dia mirei um par de olhos azuis e vi a outra metade de minha alma. Xeque-mate. Passei de uma existência completamente controlada, uma vida onde minhas decisões eram friamente calculadas, à um homem cheio de sentimentos e emoções estranhas, mas de certa forma maravilhosas.
(...)"

Aí vcs acham que foi só isso que eu achei? Não migas, olha o meu play livros, tem 03 mega livros de Tristan e Danika, que tem aquela paradinha que ela ficou com defeitinho na perna por causa do mágico e tal e ninguém sabe o que foi, maior mistério dá trama? Pois é, esse eu vou ler com certeza! E venho contar tudinho.

Pelo jeito essa série vai ser maior que dá Adaga Negra.


Bom agora Déia Bond vai dormir. Espero que gostem e vcs sabem né, qualquer coisa, deixa aquele recadinho, aqui no contato que agente agiliza a sua leitura. Tendeu? Tipo coisa entre amigas. Gisele fala aí, ta orgulhosa? Kkkkkk

Aquele beijo.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!