Meu pâncreas não parou! Postagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 14 de janeiro de 2017


Quando a Elaine Gaspareto me convidou para participar da postagem coletiva, eu fiquei pensando, do que falaria, não que não seja grata, mas, é uma responsabilidade que eu não esperava. Ainda mais na atual situação, que quem acompanha minhas crises de cefaleia sabem não são as melhores, então fiquei pensando uma semana e me dei conta que tenho tanto a agradecer... E percebi que na verdade essas postagem irão me ajudar muito a ter forças para continuar e, se ainda conseguir ajudar mais uma pessoa, eu já ficarei imensamente feliz!

Há 12 anos atrás eu entrei no consultória daquela médica completamente sem expectativa, afinal eu já tinha 30 anos e era apenas mais uma tentativa de emagrecer, a diferença é que daquela vez era o ápice da obesidade e ao olhar para aquela pessoa franzina eu já imaginava no sermão que ouviria... Só que ela falava manso e  muito ao contrario não criticou, não deu sermão, não foi arrogante... Mas ao me pesar o pânico foi meu, 135,800kg. Saí de lá com exames, dieta e muitas lágrimas...

Foram meses de tratamentos, remédios, exames! Descobri que eu era anêmica, apesar da obesidade... Tinha deficit de várias vitaminas e gripes, era praticamente uma seguida da outra. Fazia dietas, tomava muitos remédios para emagrecer, os que eu não podia comprar pois eram muito caros, essa médica que foi meu anjo, juntava as mostras grátis e me dava. Só que ao chegar ao consultório, eu eliminava 200 gramas. Terapias, grupos de ajuda, caminhadas e nada ajudava... Nada fazia o peso diminuir, só que ao invés de duvidar de mim e/ou desistir ela investigou... Felizmente a tempo descobrimos que eu tinha um problema no pâncreas, uma produção inaceitável de insulina. era algo tão absurdo que se ele continuasse trabalhando daquela forma, em 02 ou 03 anos ele poderia parar!


Receber aquele diagnostico foi muito assustador, mas, ao mesmo tempo era a chance de conseguir fazer algo pela minha saúde. E a solução? Fazer a gastroplastia, a temida redução de estomago. Sim! Temida. Hoje é normal, há quem engorde para operar, mas se pensarmos em 10/11 anos atrás nós fomos as cobaias, era tudo muito experimental, não nego que emagrecer era meu objetivo, mas os casos de complicação me assustavam muito.

Travamos uma guerra com o plano de saúde de meses! Precisei perder 12 kg para eles liberarem a cirurgia. Foram dias muito difíceis. Após a cirurgia, UTI. 09 meses depois voltar ao Centro Cirúrgico para dilatar pois fechou a passagem do estomago para o intestino.

(aqui antes e na outra depois, todo cabelo caiu devido a subnutrição e eu tive que usar aplique)

Hoje eu tenho muitas reservas com os efeitos colaterais dessa cirurgia e continuo achando que ela é o ULTIMO estágio na vida de um obeso, pois obeso, obeso sempre! Dieta sempre, exercício sempre, comeu, engorda! Mas, ela me ensinou que estética não significa nada se você perder a saúde. Hoje eu quero saúde, emagrecer se der, mas saúde é fundamental!

(hoje)

Sou grata, a vida que me permitiu o tempo certo para continuar aqui cuidando de quem amo, a Dra. Maricy Menegon, que não achou que eu não fazia as coisas certas e nunca desistiu de mim, a minha mãe que teve toda paciência do mundo para cuidar de mim no pós cirúrgico. Sou grata a Deus, que permitiu o diagnóstico a tempo e hoje ter um pâncreas que funcione normalmente, por ser esse pai misericordioso mesmo que eu não mereça e tenha me feito entender, que o peso não me faz incapaz, imperfeita e menos humana que as outras pessoas. Sou grata a Elaine que me convidou para contar um pouco de mim. #aindasoufofolete #sereisempre #meaceito #3digitosnuncamais #lutandotododia #gordinhasaudavel #oimportanteetersaude #amese #vcelindocomoe #52semanasdegratidão


26 comentários

  1. Puxa, que história de vida! Ser grato que dei
    u tempo pra te cuidares melhor é preciso! Fica bem! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh meu anjo, bem vinda. Vou ficar bem sim, alias vamos! Bjos

      Excluir
  2. OI Déia, que bom que você encontrou essa médica no seu caminho. Que bom que ela investigou. Que bom que você passou pela cirurgia e agora está melhor. É para ser muito grata mesmo.
    Uma ótima semana pra você.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris, que bom que veio, pois é Deus preparou tudo na hora certa. Uma semana de luz pra vc tb. Obrigada e bem vinda, bjos.

      Excluir
  3. Déia! Também sou Déia! Também fiz a gastroplastia há 12 anos!
    Também sou gorda e linda! Sim, tinha que operar... Mas não precisa ser magra pra ser feliz!
    Estamos juntas e que bom que vim aqui...
    No blog ainda não contei mas no meu instagram tem uma foto comemorativa dos 12 anos dia 03/01!
    Andréia
    @acasadasherazade
    A Casa da Sherazade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chará! Que felicidade que veio. É descobrimos pós gastroplastia que a felicidade esta dentro, não é? Que lindo ler "gorda e linda" isso sim é empoderamento! Vou lá visitar seu ig e blog, bjos.

      Excluir
  4. Boa Tarde, querida Déia!
    Minha filha passou pelo seu problema e não foi pâncreas mas foi outro mal.... graças a Deus não precisou fazer a redução tão temida mesmo em 2017 por mim que sou mãe dela! faria o mesmo que sua mãe, afinal mãe é sempre mãe, cuida com carinho!
    Tão bonito ver seu testemunho de qualidade de vida!
    Louvar a Deus por tanto benefício em termos de saúde física, emocional e espiritual que Ele nos concede...
    Bjm muito fraterno e um abençoado 2017!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roselia sua linda! Amor de mãe é a coisa mais preciosa do mundo. Sim, eu louvo ao Senhor por tudo em tudo. Entreguei minha vida a ele e tenho sido honrada por isso. Obrigada pelas palavras doces. Beijos e 2017 de amor e paz 😉

      Excluir
  5. Andreia:
    Parabéns pela dedicação, foco e teres apoio de pessoas sensíveis solidária.
    Nada vale sem a saúde continues se cuidando.
    gratidão, sempre.
    Sônia
    www.lugaresdicasecuriosidadesa.com - Convido você para seguir meu cantinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É minha flor é preciso perder para valorizar... Vou me cuidar... Obrigada pelo carinho. Claro que vou te visitar! Beijo grande, obrigada pela visita.

      Excluir
  6. Ser gordinha e com saúde é uma coisa, ser gordinha doente é bem diferente. Não descuide de você menina!!! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amor, com toda certeza! Vou me cuidar. Beijão e obrigada.

      Excluir
  7. Oi Deia. Que prazer poder chegar até aqui e conhece-la.
    Lendo sua história, percebo como foram dias difíceis e de luta.
    Mas vejo como agora você está não só mais leve em sua forma física, mas principalmente espiritualmente. Saber do seu real problema, e poder lutar pelo resgate da sua saúde, lhe fortaleceu para uma caminhada cheia de gratidão. Fico feliz por tudo isto.
    Receba meu abraço e votos de uma semana plena de alegrias e novos motivos para agradecer. Até breve.
    (#52 smanasdegratidão - http://mariareciclona.blogspot.com.br/2017/01/meu-universo-conspirando-pelo-verde.html)

    ResponderExcluir
  8. Olá Déia que história linda de superação!
    Você é linda e nunca pense ao contrário!
    Linda por fora e por dentro!
    Bjoo no coração flor...

    https://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreia nem tenho como agradecer sua visita e carinho, obrigada mesmo. Bjokas

      Excluir
  9. Déia, li seu texto e por tudo o que passou, que bom que vc conseguiu descobrir a tempo seu problema, por ter enfrentado com dignidade e força cada obstáculo e ter vencido. A vida nos cobra tanto, a mídia insiste em modelos anoréxicas que fogem aos padrões e a realidade das mulheres reais, vc é linda e o que importa é como vc se enxerga, a meneira que a vida se apresenta para vc pois viver é um presente e vc foi abençoada e muito, cuide de sua saúde, pense em viver bem e feliz e o resto se ajeita minha querida. Adorei conhecer tua casa, rsrs bjuivos no coração, força na peruca e muitas alegrias em seu viver.

    Loba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem meu anjo, que delicia receber esse carinho. Vc tem razão a mídia destrói nossa autoestima, mas se tem uma coisa que a dor ensina é ser forte, quando a tempestade PA a gente vê enfim. Gostou da minha casinha? Foi Elaine Elaine fez, eu a amo. Deus a abençoe, bjokas e obrigadão.

      Excluir
  10. Oi Maria, foram sim. Mas hj se tornaram motivos para ser grata, Deus é bom, sabe exatamente a hora, a forma e o método para nós fazer enxergar as suas maravilhas. Obrigada pela visita, vou retribuir, bjão.

    ResponderExcluir
  11. Quantas pessoas lindas aqui, estou muito feliz. .. Vou visitar todos. Obrigada 😘

    ResponderExcluir
  12. Déia,

    Nós sempre encontramos um anjo. O seu foi essa médica, que nunca desistiu de você.
    Ao mesmo tempo, sua vontade prevaleceu.
    Achei linda a sua história. Sua gratidão é de muita superação. Parabéns!
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Emocionante a tua história de gratidão.
    Você não desistiu e no teu caminho as pessoas certas!
    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Deia,
    Que sua estória possa alcançar outras pessoas e que elas se inspirem em vc. Vc está ótima e te cuide sempre!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  15. Que história interessante e com certeza pode ajudar outras pessoas.
    Que bom que não desistiu, nem vc, nem sua médica.
    Bjs
    www.caprichosbyneli.com

    ResponderExcluir
  16. É tão bom quando as nossas experiências podem ajudar outras pessoas a terem forças pra lutar as suas próprias batalhas!! Parabéns Deia, pela luta e pelas vitórias diárias que você tem conseguido ao longo de todos esses anos e obrigada por compartilhar conosco, ajuda demaaais. Amocê Honey!

    ResponderExcluir
  17. Déia, eu já conhecia um pouco da tua estória, mas ver contada assim é ainda mais impactante.
    Concordo contigo sobre a cirurgia. Não é coisa simples...
    Acho que é isso aí, fofolete sempre, cada vez mais feliz!

    Sobre não dar conta porque são muitas semanas: não te cobres tanto. Participa sempre que der, mas acho que quanto mais pensamos em gratodão mais motivos descobrimos para ser gratos...
    Né?
    beijossss

    ResponderExcluir
  18. Nossa, fiquei arrepiada aqui com sua história. Saúde é um bem tão precioso, percebemos bem isso quando a nossa ou de um ente querido está em jogo. Eu tbm tenho uma luta diária com minha saúde. É complicado, mas importa ter fé e fazer nossa parte. Vc é uma vitoriosa!
    Bjk e abençoada semana.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!