Meu bem...

em 4 de janeiro de 2017


Hoje eu vivo das lembranças lindas e da esperança que um dia o ‘conto das conchas que não sofrem’ vire realidade... Com todas as perolas que todo ser humano tem direito!

Não é fácil...

Viver regando um jardim, que às vezes tem tantos espinhos ferindo nossos pés...

Num caminho onde quase tudo é ilusão, é areia movediça... Porém, acredito nos verdes faróis que eu olhei tão de perto e neles pude enxergar VERDADE!

Passando por cima de orgulho, de sentimentos que jamais imaginei... Deixando o vento me levar por terras que jamais imaginei passar, de forma que nunca admitiria. Por amor!

Não sei o que será, nem como... Mas, eu creio e você?

Seja como for, seja o que for, estou aqui, estarei eternamente...

Um dia eu disse: “Se não pode me fazer voar, não tire meus pés do chão...”

Depois de tudo e por tudo, hoje eu digo: “Já que quer ir vá e me faça um favor... Seja feliz." Pois pessoas com sentimentos tão reais, viscerais, presentes, vivos, desejam o bem... O bem até que não se tem... Desejo a você tudo de lindo, meu eterno bem, bem querer, bem viver, bem saber...

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!