Dia da saudade - 30 de Janeiro

em 30 de janeiro de 2017



"E por falar em saudade, onde anda você...
Onde andam seus olhos,que a gente não vê..."

Muita gente pensa em saudade como uma coisa ruim, um vazio... Bem, vazio é, não há como negar. Mas, saudade pode ser um sentimento bom quando bem resolvido e não um fantasma do passado que aparece para trazer dor...

Eu sinto saudade do doce de caju, da sopa e dá mesa imensa de jantar da casa dá minha vó, chega aquecer o peito. É a mais terna saudade... 

Sinto saudade dos meus sobrinhos crianças, do meu Lion que dizia "vc é a tia mais linda do mundo" (eu sabia que era mentira, mas era a mentira mas linda do mundo), ou do Layon, me contando suas aventuras no ônibus de dois andares "gandona tia" (grandão)! Do meu Renan, que corria e dizia "papai foi comer ticha (lagartixa) com pinga" (artes dá minha mãe, que ensina isso pra criança, rsrs) e quando chegou nossa única menininha que era a cara da Lillo (Lillo & Stitch), nada no mundo me trás mais alegria em lembrar, embora para eles hoje seja constrangedor...

Tem coisas que eu não tenho saudade, de uma infância traumatizada e amedrontada, cheia de traumas...  A separação dos meus pais foi um alívio para mim é isso não é gostoso falar... Essa é uma saudade de dor, que as vezes chega a ser física.

Mas, poucas coisas trazem tantas saudades como um amor, amor de homem e mulher, amor que mexe com o coração... Borboletas no estômago... Aquele sentimento bom de "aí Jesus"! A primeira viagem de amor... As primeiras loucuras e as grandes... Aquelas coisas que vc pensa "não devia fazer isso, por quê se não der certo..." Mas deu! Essas saudades são imbatíveis e são infinitas! Você vai ter outros amores, mas essas saudades nunca te abandonarão é isso é bom, saudável... Quem não tem, verdadeiramente não viveu. Ninguém conta, mas as guarda como um tesouro de valor inestimável.

Converse com um idoso (eu amo idosos), eles já não precisam mais esconder suas saudades e falam delas com tanta leveza, mas, com lirismo, respeito. É uma saudade palpável... E as vezes com sorrisinhos envergonhados... É muito lindo. Distante da nossa realidade, mas, ousado para o tempo deles...

O que me faz pensar o que temos feito nessa nossa vida de loucura, pegação, ficação, sexo sem compromisso, para deixar saudade. Você vai deixar saudade em alguém? Alguém vai lembrar do seu sorriso? Do seu olhar? Sua risada? Alguma frase sua, o seu jeito de sorrir ou de mexer no cabelo antes de dormir? Seu jeito único de rir até ficar mole? O meu orgulho se agita ao pensar que ninguém sentirá saudade de mim...


Que nós possamos apesar de tudo que vivemos, sentir mais as pessoas, dar mais sorrisos, abraços e olhares. Palavras doces e gentilezas, para que nem tudo seja crítica e passageiro, mas que um pouco de nós possa sobreviver, naquele sorrisinho fora de hora que aparece junto com essa palavrinha exclusivamente nossa... 

Saudade.

Um comentário

  1. Oi Déia!
    Que texto lindo!
    Saudade é um sentimento muito gostoso, ter lembranças e deixar lembranças faz do outro e de nós especiais, mais as vezes a saudade dói!
    Me lembrei de uma música da Zizi Posse que fala sobre a saudade do amor, é linda!
    Bjooo querida amei seu texto...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!