A despedida

em 29 de novembro de 2016


Passou da hora de ser adulta e te deixar voar como você quer há muito tempo, sem dramas pessoais, sem falar de coisas que já não lhe dizem respeito...

Quero dizer que não vou mais lhe escrever, sim, eu sei que já disse isso antes e nunca honrei minha palavra, mas sabe o amor faz a gente perder um bom bocado do orgulho ostentado um dia... Dizem que quem erra por amar demais, sempre merece um pouco mais de paciência, eu agradeço por me conceder!

Acho que depois de tentar lhe provar que o amor pode superar qualquer crise, qualquer ciúmes e não obter sucesso, eu lhe devo esse direito a paz... Estou jogando a toalha. Entregando os pontos...

Quero que saiba que me sinto muito mal e me arrependo pelo jeito violento que lhe agredi, isso é imperdoável... Por isso não lhe pedirei perdão! Eu não mereço... Mas se for possível, entenda que rejeição é uma dor difícil de lidar e aceitar.

Quero que você seja, quero que você realize cada um de seus sonhos de amor e vida... Peço a Deus que encontre alguém que saiba te amar como você merece, com leveza, desprendimento, desprendimento, perspectiva e que viva nova e felizes aventuras... Do começo ao fim!

Não é uma oração, não oro mais por você como você me pediu, sei que não sou digna... Vou me lembrar disso pra sempre.

Vim dizer que, estou abrindo os braços e te libertando desse abraço que você deseja se desvencilhar...

Agora, você é livre!!! Voe... Cuidado com o sol para não derreter a cera, porque apesar de todo o sentimento que carrego em mim eu preciso me refazer, e não vou poder recolher as penas e ajudar a costura-las outra vez, não mais. Nunca mais.

Obrigada por tudo que me deu e me fez, eu te amei e amarei pra sempre de forma inexplicável, porem completamente inconveniente para sua vida...

Segue feliz e leve, sorrindo, aqui ou em qualquer lugar do mundo, sem mensagens de “como vc esta”¿ Eu não quero ser amiga, eu não sei ainda, respeita ta¿

Guardarei em mim a pessoa digna, correta, doce e amável que me permitiu conhecer. As demais coisas eu vou apagar todos os dias, talvez eu rasque o papel, aqui e ali, mas...

Vou dar o meu melhor, prometo.

Lindas novas fases, aventuras e momentos oníricos (verdadeiramente felizes)...

Luz!

(Esse texto já foi meu, hoje é em solidariedade a dor de uma amiga/irmã... Só quem já perdeu um grande amor, que achava que era único e definitivo sabe as dores físicas e de alma que se sente... É um processo, breve vem o ritual da libertação e um novo olhar para o futuro e eu vou estar aqui, para te levar para sair e para chorarmos juntas, do mesmo jeito que você fez comigo, porque amigas são para isso. Nunca tenha vergonha de ter lutado por um amor.)

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!