Se for o preço...

em 24 de outubro de 2016



Se esse é o preço por ser eu mesma, por não ceder a pressões e por não falar o que os outros acham que eu devia, eu pago!

Se o preço é perder pessoas que amo, para não magoar você, eu pago!

Se o preço é aguentar as humilhações de pessoas que recebem facilitações, ou favores, com sorrisinhos que escondem sujeiras, eu pago!

Se o preço é atrito, conflito, baixaria e perseguição, ok!

Se o preço são sorrisos irônicos e olhares perdidos e sem alegria que doem muito mais em mim, ‘to’ aqui!

Fácil não é, nem nunca foi! Porque não sou omissa, não sou amiga de ver o outro perdido nos descaminhos ou em caminhos que não levam a nada e ficar de braços cruzados, mas, se é esse o preço, vamos lá!

Não importa o que cada sorriso quer dizer, importa mesmo é o que o olhar revela.
Não faz diferença agora.
O importante é que a principal promessa...

De perto, ou longe...
A distancia de um olhar, ou ao alcance de minhas orações,
eu estarei lá...

Você vai procurar, não vai me ver, mas eu estarei lá, creia,
minhas promessa será cumprida por amor, até o fim!

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!