Ninguém sai ileso...

em 10 de outubro de 2016



Sabe...
Eu nunca entendi a solidão
Sempre achei que nós somos nossa melhor companhia
Sempre achei que tendo bom ânimo, qualquer coisa enfrentaria.
E, que a fé não permitiria que a desistência abatesse a alma.

Sabe...
Sempre segura de mim
Acordava vestia um sorriso e saia pronta pra batalha
Para os dias difíceis me camuflava
Passava o batom vermelho e caia na guerra

Sabe...
Nunca tive medo de demonstrar amor
De abraçar e olhar bem nos olhos
Para os dias de angustia, musica alta e alto astral.
Cantando e seguindo a paz envolvia a alma

Mas sabe?
Depois de conhecer as nuvens, a gente entende que ninguém e inatingível e que de uma queda tão alta ninguém sai ileso.
A segurança parte junto com a mão que você aprendeu a segurar...
A fé esta inclusive nas palavras que você ouve e/ou lê
E, quando o silencio impera somente o desespero domina.

Sabe?
Enfim entende-se que não pode sorrir pra sempre...
Que nenhuma maquiagem mascara a alma
E, se esquece como abraçar com doçura e alegria e abraça-se ao abandono...

A solidão?
É companhia, confidente, musica,espelho, definição, ritmo, ar e caminho.

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!