Ansiedade...

em 19 de outubro de 2016



Oi gente!

Essa semana vamos falar de Ansiedade, você é ansioso? Eu sou. E como é difícil!

Nos dias de hoje é um mal comum. São tantas coisas a fazer ao mesmo tempo, tantas tarefas diárias, #tudojuntoemisturadoagora.

Se pararmos para olhar, nossas crianças estão tendo crise de ansiedade! "No meu tempo" (ja comecei kkk) nós nem sabíamos o que era isso!

Uma coisa todos os especialistas concordam, "aprender a lidar com ela é fundamental para garantir uma vida saudável. E para isso, é preciso entender os seus mecanismos."

A ansiedade é uma excitação do sistema nervoso central, que acelera o funcionamento do corpo e da mente. Quando estamos ansiosos, liberamos o neurotransmissor noradrenalina, que provoca toda essa excitação. É um processo que pode ser tanto hereditário como adquirido através das experiências que temos nos ambientes mais hostis." segundo a psicóloga Sâmia Aguiar Brandão Simurro

Ela é o gatilho para desencadear outros transtornos. Dentro do ponto de vista psicológico, podemos definir ansiedade como um estado mental praticamente subjetivo carregado de apreensão e recheado de incertezas”, diz o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamentos pela Universidade de Miami e em ansiedade e síndrome do pânico pela Universidade da Califórnia.

Por causa dos múltiplos papéis que desempenham e devido às variações hormonais, algumas mulheres sofrem mais com a ansiedade e o estresse. Porém, os homens não estão imunes a esse mal.

Além de tudo isso, a ansiedade pode causar o surgimento de enfermidades psicossomáticas, ou seja, doenças que afetam a saúde física e mental. Gastrite, úlceras, colites, taquicardia, hipertensão, cefaleia e alergias são alguns exemplos de doenças causadas pela ansiedade. Ela também é responsável pelo surgimento de doenças psiconeurológicas e psicooncológicas.

Por isso cabe a nós encontrar algo que nos tire desse fogo cruzado de vida profissional, familiar, social, administrar parte financeira, filhos e ter um tempo para nós, seja lendo, colorindo um livro, ouvindo uma musica. Você sorriu hoje? Eu aprendi a me perguntar isso todos os dias e acreditem, tem dia que no fim da noite estou na frente do computador, me culpando por não ter feito tudo que queria, testa franzida, dor nas costas... Vamos respirar fundo, tomar aquele banho e passar aqueles cremes que a gente merece? Se alimentar direito, os problemas nunca fogem, se estivermos melhores teremos mais jogo de cintura com eles...

Vou deixar um trecho do livro de "Ansiedade - Como Enfrentar o mal do século" (Augusto Cury)


"Vivemos numa sociedade urgente, rápida e ansiosa. Nunca as pessoas tiveram uma mente tão agitada e estressada. Paciência e tolerância a contrariedades estão se tornando artigos de luxo. Quando o computador demora para iniciar, não poucos se irritam. Quando as pessoas não se dedicam a atividades interessantes, elas facilmente se angustiam. Raros são os que contemplam as flores nas praças ou se sentam para dialogar nas suas varandas ou sacadas. Estamos na era da indústria do entretenimento e, paradoxalmente, na era do tédio. É muito triste descobrir que grande parte dos seres humanos de todas as nações não sabe ficar só, se interiorizar, refletir sobre as nuances da existência, se curtir, ter um autodiálogo. Essas pessoas conhecem muitos nas redes sociais, mas raramente conhecem alguém a fundo e, o que é pior, raramente conhecem a si mesmas. "


In time: 

Semana passada não entrou o nosso post de saúde, peço desculpas e admito que eu só vi depois, porque gente eu estava surtada com a minha mamografia, por isso eu trouxe esse assunto essa semana, eu não sei vocês, mas eu tenho a infeliz curiosidade de abrir os exames antes do médico e aí a médica aqui, interpreta como entende e "morre de véspera"!

Havia uma anotação no rodapé que dizia:



Mas isso tem em todos exames, da maioria dos laboratórios, minha médica me mostrou na sexta-feira (14/10), mas até aí eu passei 20 dias arrancando os cabelos, gente eu tive de tudo até ela me explicar que isso significa, que no caso da pessoa sentir algo (no auto-exame), ou o médico (quando apalpa), não deve simplesmente ignorar, deve ser feito novos exames e acompanhar.

Sim, sou ansiosa. Já houve épocas piores e melhores. Hoje eu faço terapia para controlar essa loucura toda, mas as vezes não consigo. Não sei se é essa enxorada de informação que vem junto com as campanhas, que claro são super úteis, mas o Outubro Rosa, vem e joga na nossa cara a realidade e a gente fica mesmo mais mexido e eu sempre fui muito ativa em todas as campanhas, ou se o fato de me expor aos exames e a dor que sinto (por causa da fibromialgia), me deixam mais fragilizada. Enfim, foram dias difíceis... Mas passou, por aqui tudo bem e semana que vem tem mais! Bjos

Pesquisa: Época/ Uol/ansiedade.com

2 comentários

  1. Verdade nos causa sintomas incontrolaveis e lidar com ela nem sempre e facil.

    ResponderExcluir
  2. Nem me fale Leonardo, mas admitir que ela existe, já é um primeiro passo ;)

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!