PALAVRAS...

em 18 de setembro de 2016



"As palavras são necessárias! As palavras esclarecem e desanuviam...

Deixam claro, são a confirmação do que sente o coração.

Não há dúvida que pessoas que conseguem traduzir seus sentimentos, opiniões e indagações em palavras são mais bem aceitas, melhor resolvidas... No entanto há momentos onde as palavras são dispensáveis, mas, daí entra outro tipo de vocabulário, o emocional, do corpo, das expressões!

Quem nunca se emocionou com a maravilhosa forma de se comunicar de Chaplin? Sem palavras ele dizia tudo, seu olhar terno, triste, feliz, emocionado, apaixonado... Mas, ele era gênio.

Não importa como você vai dizer e transmitir seus sentimentos, desde que o faça. Ainda que sem jeito, ainda que no começo saia meio sem sentido, meio sem uma continuidade, mesmo sem organização, com o tempo vai ficando mais fácil.

O que eu tenho certeza é que quando a gente ama, se importa, se interessa, consegue entender um "não" e sabe-lo "sim"...

Existem tantas brincadeiras de o que realmente significa um “sei...” de uma mulher, o “tudo bem” de um homem... Mas, quem não gosta que o outro saiba exatamente o que sente? Naquela hora em que as palavras são difíceis de sair... No entanto, como eu sou mulher e não há mulher que uma hora ou outra deixe o romantismo falar... Eu desejo que um dia, nem que seja uma vez apenas, encontre alguém que os abrace quando menos esperar, mas, mais precise.
Enxugue suas lágrimas com um beijo, e sorria transmitindo a segurança que diz: “Estou aqui e vou ficar exatamente aqui, porque me faz bem estar com você...

Esse é o momento onde ainda que tente, as palavras sumirão, pois nenhuma seria suficiente para agradecer, retribuir, então, feche os olhos e “beba esse momento...”

“Vosso coração conhece em silêncio o segredo dos dias e das noites. 
Mas, vossos ouvidos têm sede do som do conhecimento do vosso coração.
Sabereis em palavras o que sempre soubeste em pensamento.
Tocareis com vossos dedos o corpo desnudo dos vossos sonhos.
E assim deve ser.”
(khalil Gibran – Livro: “O Profeta”)

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!