Cabelos... Cuida que Cresce! #Transição




Oie amoras(es)!

Há tempos que eu venho prometendo contar a respeito do meu cronograma capilar e da minha transição, pois bem, é hoje... é hojeeeee!!!

Bom gente eu usei alongamento por 10 anos, sim, 10 anos. Depois da redução de estomago o cabelo caiu e... Eu aderi o mega hair e olha se tem uma coisa que vicia é alongamento. Tentei sair varias vezes e não conseguia... Olha só uns looks que usei...





Bonito é, da um glamour, mas gente, o seu cabelo morre!


Em setembro do ano passado (primeira foto), eu decidi que ia cortar e deixar meu cabelo crescer saudável, falei com uma nutricionista show minha amiga e comecei a tomar Pantogar, porque além de tudo eu tenho o fator "baixa absorção dos nutrientes". Só que eu fracassei e menos de 01 mês depois, lá estava eu assim...



Mega de novo!

Só que eu viajei de férias e o cloro detonou os fios loiros e adivinhem, em Março desse ano eu tive corte químico, chora na situação minha gente!

Esses são somente meus fios, elásticos e quebradiços

Foi aí que eu resolvi tomar vergonha na minha cara e cuidar da saúde do meu cabelo pra valer, da alimentação ao cronograma capilar e assim comecei, toda semana, Hidratação, umectação e reconstrução, mas power mesmo e usei várias coisas como o "glicopan" porque meus fios estavam porosos e elásticos e fui assistindo vídeos na internet e haja óleo de coco, de mamona, até que ele começou a reagir e foi ficando assim:


Mas eu queria que ele voltasse a ser cacheado, não quis mais química nos meus fios, então, aderi aos "Low Poo", será que posso usar esse termo ainda?  Preferencialmente os produtos livres de parafina, petrolatos, essas coisas todas que a gente começa a dar atenção, também aderi aos co wash e não é que cacheou, só que nessa foto tem o efeito encolhe e disso não temos como fugir!

E podemos falar sempre mais de cabelos por aqui. Trocar ideias a respeito dos cronogramas, como fazer e indicar produtos, sempre posto lá no instagram. Agora, eu só não sei como me livrar do vício pelos cremes e produtos para cabelos!!! Mas oh, "o creme compensa!" kkkkk


A mensagem de hoje é cuida que vale a pena, cuide de sei cabelo, que ele fica saudável, ele cresce, e dá uma felicidade imensa, hoje eu precisava dividir isso com  vocês.
Meu cabelo ainda não é um cabelo de Diva, mas vai ficar! Eu vou continuar firme e com o calor chegando dá mais coragem de cuidar e o cabelo melhora muito. Espero que vocês gostem e que saibam que não é fácil, mas se meu cabelo crespo, fininho e que quebra a toa está crescendo, o seu também vai! Força aí!

Bjokas
LEIA MAIS

You Tubers - A febre que domina o mundo!



Vou te fazer uma pergunta, quantos you tubers você segue? Em quantos canais você é inscrito? De quantos você recebe notificações? Oe? Como assim, você não é ligado em You Tubers? Eles são a bola da vez, as celebridades do momento! Seu like pode ajudar a mudar o mundo, para melhor ou pior, vamos falar disso?

Esses “serumaninhos” invadiram a nossa vida, hoje eles são as grandes celebridades do mundo. Essas pessoas que gravam vídeos são quem fazem o dinheiro girar no Brasil e no mundo e não é a toa que tem tanta gente querendo entrar nesse mundo, porque os grandes nomes do You Tube ganham muita grana, agora vamos ser francos? Para ser um sucesso no YT e ser uma Celebridade das Redes Sociais tem que ter uma disposição que fala sério! Essas pessoas não tem mais vida gente, ou é atrás de uma câmera gravando vídeo, ou editando vídeo, os mais abonados, já tem editores (vejam só) ou é fazendo Vlog, Veda, Snap! Sempre arrumados, maquiados, usando as roupas, makes e produtos dos “patrocinadores” eles recebem montanhas de caixas com presentes das empresas que querem seus nomes na boca desses influenciadores. Muitos deles gravam até na hora do “Boa Noite”. 

Gente eu não sei, é muito bem paga a grana que eles recebem porque sinceramente, haja paciência!
Percebendo o lucro e o grande numero de pessoas que esses movimentam as grandes empresas, ou as mais antenadas, saíram na frente e lançaram make, perfume, roupas, capas para celular, assinado pelas 'celebrits' da internet, ou redes de tv saíram a frente lançando quadros com esses, como o “É de Casa” que exibe quase toda semana uma dessas atrações, entre essas a super linda e doce Rayza Nicácio  e seus cachos (sou suspeita, amooo), até o Fantástico lançou quadro com Christian Figueiredo “Me conta lá no quarto” e bombou! Sem contar os comerciais de TV que exibem também esses. Entre amores e desafetos eles seguem lucrando alto. Enquanto isso os “artistas”, posso dizer de antigamente? Posso. Entre humoristas, apresentadores e atores correm atrás criando canais e usando toda sua estrutura e ainda assim, os números passam longe das feras da net. 

Enquanto muitos jogam do lado do bem e lá vai a lista Jout Jout , JoyceKitamura (japa apaixonate, conheçam), BrunaLouiseMarcoLuque WhinderssonNunes o mega astro com mais de 12 milhões de inscritos (que grava no quarto dele, no quarto do hotel e vez por outra faz um clip e é fenômeno absoluto)!

tem o povo da polêmica (esses eu não vou colocar o link, perdão), Felipe Neto e seus milhares de fãs, que bem fala umas verdades e verdades acabam criando polêmica, mas as vezes isso é bom... Renata Meins que acaba de completar 1 milhão e não há na minha opinião quem entenda mais de paranauês dos cabelos do que ela (eu mesma fiz e faço seus cronogramas), mas, causa muita polêmica, posta fotos e apaga as legendas depois que a discussão está pegando fogo e isso não ajuda na credibilidade e diz muito de seu caráter (minha opinião), Kéfera amadíssima por milhares e criticada por tantos mais, só que eu nessa vida doida gente seria estressada também, rs... Evelyn Regly (faço questão de por link) essa pessoa que tem um temperamento forte, que não manda recado, que não se faz de vitima, mas, que respeita muito seu público, quando o povo chia, ela muda e sem mimimi, quando quer falar de algum produto ela mesma diz “momento jabá” e quando quer dizer algo não manda recado, adoro, me identifico. Nina Secrets, que o povo chama de “ostentação”, mas não ganho nada pra defender não viu, mas ela é, se você acompanhar a Nina, esse é o jeito dela, não ta fingindo ser o que não é, ela é aquilo mesmo, tem cac$fe e fim de papo, gosto dela.


Esse povo é tão sucesso gente, que tem um povo que corre por fora fazendo comentário do que acontece com eles, você acredita? Acredite!

Correndo por fora, vem um povo bom aí, tem muita gente ruim, mas eu vou dar crédito aqui para uma mineirinha porreta que vem com força, chega pra cá Jessica Andrade  #sucessopatu !

Bom, eu não podia jamais ir embora sem falar do publicitário, escritor, blogueiro e you tuber Frederico Elboni , que é criador do Blog “Entenda os Homens” e que faz vídeos bem legais, e que se nada valer a pena o sorriso e o “até” dele vale, hahahahha


Mas, eu quero mesmo é dizer que gostando muito, gostando menos, implicando com outros eu acho mesmo é que esse povo merece muito os parabéns porque tem uma vida dedicada a gravar tudo, a filmar tudo e às vezes anulando suas próprias vidas, obviamente vivenciando tantas outras coisas legais... E assim proporcionando a nossa vida mais conteúdo, todo tipo, o que você quiser tem, em qualquer lugar, em várias plataformas, em qualquer horário...

Agora com viagens, palestras, o encontro do Clue, foi algo maravilhoso, Evelyn fez um vídeo lindo! E eles nos levam junto. O conteúdo está aí, se inútil ou não, cabe a nós escolher... Cabe a nós escolher o que mais encaixa com a nossa personalidade. 

Então corre e faz a sua lista de favoritos...
LEIA MAIS

Climatério, menopausa é coisa da mamãe, da vovó, né? Né não?



É sim! Tenho certeza!
Eu mesma vi como minha mamis sofreu, pobrezinha, teve menopausa precoce, com 38, ops... 38 anos?!?

Pois é amoras!!!

E não é que quando a gente menos espera, a gente se vê no coletivo, um frioooooooo miseravão e você suando o bigode, vermelha, secando o suor, mas não é um suorzinho não, é um suor que vem do couro cabeludo... Não demora muito a gente já adere ao leque e não é charme minha amiga é calor, um mal estar do cão, uma coisa que vem de dentro, dá sede e quando você bebe água, parece que jogou água na churrasqueira sabe? Sobe aquele calor ainda maior... No começo há uns 04 anos eu ficava constrangida, tinha vergonha. Fora não saber o que era e, toma bala, hipoglicemia, só podia! Mas não passava. Foi aí que tocou o alarme da mamis, “filha na sua idade eu já estava entrando na menopausa”! 

MENOPAUSAAAAAAAAAAAAAAA!!!! Eu? Imagina! Eu, uma menina! Ah capaz...

Por via das dúvidas vamos na G.O.
E faz exame e faz isso e aquilo e me diz a médica: “Meu amor, com esse útero, menopausa jamais, você está ovulando normal, seu útero é um tapete persa maravilhoso, fique tranquila!”
Saí de lá me sentindo a mulher mais feliz do mundo, jovial, fértil, forte, caminhando nas nuvens, “se tive duvidas um dia já nem lembro mais” (Vem pra cá Joyce Kitamura)!

Só que essa certeza durou pouuuuco... Estava eu no shopping, quando morria de suar e de agonia (é um mal estar inexplicável) na fila do sorvete e uma senhora me disse, “climatério né? Menina toma lecitina de ### santo remédio, melhorei com ele!” Pensa na cara de #PQP que eu fiz... 3.8 e eu passando por isso.

Cheguei no meu médico da cefaleia, e fiz as queixas inúmeras (anoto até num papel), aí ele solta “essa fase do Climatério é mesmo complicada”! Ah pera, para aí... Ou eu e todo mundo ta louco, ou não sei...

Muda de médica, nova G.O. Aí chega e tudo de novo, conta da mãe, da avó, da família toda e ela diz: “pelos exames Andréia não é, mas vamos pedir novos exames”, lá fui eu, primeira mamografia com 39 anos (sofrível, mas nada que não seja suportável). E vem a médica e diz: “Está tudo bem com você, não tem nada com que se preocupar, não pense em menopausa agora, segue sua vida e não fica pensando nisso”. Ótimo, ótimo! E lá fui eu, mas quando os sintomas voltaram foi muito pior, pois com eles vieram as hemorragias e foram muitas, a primeira eu estava viajando para Minas e tcharam!!! Pois é gente, nada fácil e toma remédio e toma hormônio e é da anemia, estresse e por aí vai. Aderi a paradinha de Soja, suco e chás e nada gente... Até agora já foram 06 hemorragias, anemia que não sara, calor, mal estar, taquicardia até que cheguei numa médica especialista e após quase 04 anos chegamos ao diagnostico, CLIMATÉRIO!

Pois é Brasil, algumas mulheres, sortudas como eu entram nessa fase da vida muito cedo, assuntos que a gente imagina ser das tias, avós, mães e parentes “velhotas” passam a fazer parte da nossa vida e nós caímos na real que já não somos tão novinhas assim né mesmo! Não, não é, a aceitação não chega junto com a realidade, kkkkkkk!

Enfim, muita gente chama de menopausa, mas a “menopausa” é o fim da menstruação, para sermos corretos e falarmos desse longo período de sintomas que sentimos na pele, ou melhor no corpo, e que dura váaaaaaarios anos chama-se climatério e isso tudo é novo pra mim, novo que descobri, mas tudo que vivi, já dá um livro e podemos falar mais disso aqui, trocar experiências... Dicas e falar dos hormônios, os quais me nego terminantemente a tomar, mas isso tudo é assunto para outro post.

Para não ficar perdido o dia dos post a respeito de saúde e acima de tudo esses de Climatério e Menopausa, serão sempre as quartas a noite, combinado?

Para quem tiver curiosidade, eu tenho 42 anos e comecei os sintomas aos 38 e só agora, depois de muitos exames e médicos chegamos ao diagnostico. Mas fiz TODOS EXAMES, cardíacos, endocrinológicos, ginecológicos, etc, etc, ta? Nunca ache que você tem algo porque alguém tem, o diagnostico do seu médico é fundamental, ok?

Nos próximos vamos falar dos hormônios e porque não usar, porque usar e opinião da minha médica e vou contar “tudim procês”!!! Lembrando que isso é minha experiência e eu não quero jamais induzir ou influenciar ninguém, porque eu não tenho conhecimento médico e estou apenas compartilhando com vocês da forma mais leve possivel, essa fase terrivel que todas nós mulheres passaremos se vivermos para isso, como diz minha amiga Nice, "quem morre cedo perde muita coisa"!

Indico, super indico que você assista as reportagens do Dr. Drauzio Varella fez Fantástico, foram 03 episódios, mas você pode ver os capítulos  CLICANDO AQUI.

Até quarta suas lindas, sim porque vamos passar por isso sem perder o charme.

Bjokas
LEIA MAIS

Roda Gigante



Tem hora que a vida da gente anda tão organizadinha, no trilho, esquematizada, obviamente todos têm aqueles problemas do dia a dia, uma coisa aqui, outra acolá. Aquele irmão que só dá dor de cabeça, ou aquele parente que parece mais um carma, mas, isso não é nada que roube a sua paz...

E, seguimos entre sorrisos e frustrações nos equilibrando nessa corda frágil que é a vida. Até que... Por rotina ou algum sintoma inocente, a gente faz um exame e... A vida vira de ponta cabeça, aquela pessoa forte, bem informada, tranquila, preparada e sem medos, foge... Nos abandona na hora do maior sufoco e de repente a gente se vê jogada na cama, pensando como vai conseguir o mínimo de dignidade para dar os próximos passos, como que as pessoas lidam com tantas doenças e são tão fortes? E se? E se? E se...

Pessoas como eu que gostam de ter tudo no controle tem que lidar com frustrante realidade que em alguns casos a realidade é revelada dia após dia, não dá para fazer planos em longo prazo.

E na roda gigante, gigante mesmo dos pensamentos a gente começa a pesar que perdeu a formatura do segundo grau, que talvez devesse ter sido “menos chata” e, comemorado todos os aniversários... Porque sempre valorizou mais estar ao lado dos outros, cuidando de todos menos de você e jogou no lixo, seus sonhos de uma cerimônia no campo e convenceu a todos até a si mesma que “nunca levou jeito para isso”. Tantos pensamentos nos invadem, quando algo nos tira da nossa confortável rotina, quando a gente sabe que tem pela frente uma luta grande e cansativa, sem nenhuma garantia que não vai sair gravemente ferida ou pior...

Por fim a gente pensa em quem a gente não quer ver sofrer e veste a mascara da mulher maravilha, às vezes a gente exagera e na defesa a gente chega a ser grosseira e isso da culpa sim... Mas, por fim, não nos resta alternativa a não ser lutar e tentar ser um bom guerreiro ou ao menos tentar.

LEIA MAIS

Desgaste



Cabe a quem ama de verdade estar atento aos sinais que o amor exige...
Não permitir que o tempo desgaste o amor a ponto de um não conseguir conviver com a presença do outro, se for necessário, pause...
Mas, conserve o amor, pois eu afirmo que a certeza de saber do outro bem e amado, não sem dor, é 'sobrevivível'. Porém, a dor de perder pra sempre aquele olhar de ternura e admiração é algo.insuperável.
LEIA MAIS

Macho Alpha



Às vezes eu fico pensando as coisas ri-dí-cu-las que o amor faz a gente se submeter...

É isso mesmo! Porque eu não tenho nenhum amigo que nunca tenha sido acometido por aquela imbecilidade inexplicável, que induz a gente fazer uma merda atrás da outra. Mas, muda uma coisa entre imbecilidades de homens e mulheres, tá bom, eu explico!

Mulheres são acometidas por imbecilidades descomunais, acham que seu amor pode salvar o mundo, quanto mais um relacionamento, que se o cara pensar bem, vai ver que não existe mundo sem ela. Compra lingerie nova, prepara encontros surreais a base de velas, pétalas e etc, etc, etc..

Homens, fazem imbecilidades de pouca criatividade, como quase tudo na vida deles (brincadeira, ou quase), eles bebem, ligam chorando, mandam um caminhão de flores e vigiam, porque eles acham que “sua” (pensa que ele acha que é dele), mulher não pode se relacionar com outros homens enquanto ele ainda tá curtindo uma fossa. Mas eles desencanam logo, daí a mulher vira vagabunda, porque não o quis. Mas, têm também aqueles que fazem “cacas descomunais”, ele é tão possessivo que ele supõe uma coisa, acredita nela, te culpa por isso, te dá um pé na bunda, te faz sentir culpada e saí de vítima da coisa toda e você de filha da puta! Cuidado, esse é o pior!

Agora, vamos entender porque tudo isso esta errado?

Mulheres, porque ficar sofrendo achando que vale a pena lutar para manter um cara ao seu lado, quando ele NÃOOOOO quer ficar ao seu lado...

A real, é que a gente vive se enganando, achando que esta perdendo uma pessoa que ama muito (o que é verdade), mas nós não estamos perdendo, nós já perdemos, sabe por que? Homem quando decide partir, já pensou, repensou, e decidiu friamente, enquanto você esta lutando, ele está tentando não te odiar, porque dentro dele isso já esta bem resolvido. Cá entre nós, homem é um ser indeciso no sentido de tomar qualquer decisão sentimental, é mais fácil ele pisar na bola da fase 1 ao extremo 5 para fazer você perder a paciência e mandar ele passear! Mas, se ele chegou ao ponto de DEFINITIVAMENTE, desistir da relação, ele já sabia disso há muito tempo e estava tomando coragem, não se humilhe e, se falo é porque eu já vi isso acontecer viu? Na pele. Insistir só magoa, adoece, fere, endurece...

Uma mulher ferida de morte por um homem desleal (sim, um cara que perde o interesse e mantem a coisa enquanto cria coragem, é covarde e desleal, eu diria coisa pior), nunca mais será a mesma. O amor fica congelado e quebrar essa barreira é coisa para o Clarck Kent, mas, ele não existe! Siga sua vida.

Homens, você pode tomar a fábrica da Ambev toda, que não vai adiantar. Mulher quando não quer mais, não adianta! E, ela diferente dos homens não vai ter estômago para ficar aguentando a sua presença quando ela não tem interesse em você e, se você for um homem que chora, mais raiva ela terá, pode ter certeza! Porque, é tão fofo homens emotivos, mas, não para uma mulher que te deseja como macho alpha de sua vida, (hahahaha, essa nem eu aguentei...) se ela estiver louca pra se ver livre de você bem pior.

Mulher não é piedosa, não volta atrás em suas decisões, a menos que você seja um caso raro de interessante riqueza e isso ainda se você estiver lidando com uma alpinista social, ou uma periguete interesseira, porque mulher de verdade, com valores e independente, prefere andar de “busão” lotado que aguentar um mala chorão do lado.

Daí as pessoas vão ler e dizer, é uma mal amada (tem gente que usará expressão mais agressiva), isso não me importa, um pouco de revolta tem sim, mas, não é porque eu falo à verdade que sou revoltada e isso e aquilo. Eu por exemplo não sou feminista radical, não acho que todo homem é safado, só 90% (brincadeira, mesmo!), e, nem que toda mulher é como eu disse, tem aquelas novinhas que vão viver os vai e vens de uma relação e ainda digo mais, mesmo nós mulheres que já vivemos a imbecilidade na pele, e sofremos não estamos imune a passar por isso novamente! Outra coisa chata é mulher que só desce a lenha nos homens, pode anotar que essas vivem ou viveu alguma coisa frustrante, traição, rejeição, foi ignorada, ou agressão. Daí cabe à gente filtrar... Agressão nem vou comentar porque preciso de remedinho para ter equilíbrio pra isso, rsrs.

De tudo isso eu só consigo tirar uma lição que eu havia esquecido e demorei pra me lembrar: “Ninguém no mundo, ninguém, é mais importante do que eu mesma.” Repita isso pra você todos os dias no espelho, mesmo sem vontade!

No mais vamos vivendo e rindo aqui e chorando acolá, mas vivendo, afinal essas coisas de relacionamentos são mesmo confusas, agora concordo com uma frase que li: “Quem põe ponto final numa paixão com o ódio, ou ainda ama, ou não consegue deixar de sofrer”. (Ovídio)
LEIA MAIS

15 MOTIVOS DO PORQUÊ TROCAR O CINEMA PELO SOFÁ



Entenda porque assistir filme em casa pode ser bem melhor

Cada vez mais as pessoas estão mudando seu jeito de se divertir, trocando e repensando passeios tradicionais. As salas de cinema estão tendo uma competição séria com algo muito mais simples, uma sessão de filmes em casa e motivos pra isso não faltam, confira 15 motivos que o pessoal de Net wifi levantou.

Em casa
Para quem não é tão fã de sair é possível se divertir no próprio sofá, cama, tapete ou em qualquer lugar que você ache confortável. As alternativas de ferramentas on-demand* estão deixando mais fácil a vida dos que preferem ficar na sua própria casa e transformá-la numa sala de cinema.
E todo mundo já percebeu, essa alternativa sai muito mais barato e, não vem com um estresse de pegar um cinema de final de semana: por exemplo, ingressos, filas de banheiro, pipoca, bebidas... muitos gastos para um passeio só.

Conforto
Ao invés de se arrumar para ir ao cinema - onde é escuro e ninguém mais iria notar sua produção - assistir a um filme em casa, curtindo a preguiça, usando pijama mesmo, é incrível. E também não vai ter nenhuma luz de celular na sua cara, o que virou comum nos cinemas hoje em dia. Mas só poder esticar as pernas à vontade já é demais!


Sem filas
Podemos acabar enfrentando muitas filas, dependendo do filme e do dia. Fim de semana, nem pensar. Pensando assim, ver um filme em casa parece ainda melhor, principalmente para aqueles mais impacientes. No máximo alguns amigos são convidados e alguns penetras (que sempre tem), mas nada que te incomode tanto quanto aquele cara chutando sua cadeira no cinema.

Stream demand
Pouco tempo atrás era preciso esperar um bom filme passar na TV, e não esquecer o horário. Mas essa realidade vem mudando devido à popularidade de stream demand. Vale a pena aproveitar. Sem contar que você não possui somente as opções de filmes. Fazer maratona de séries, procurar um documentário e assistir aqueles desenhos nostálgicos fazem parte das opções nesses serviços.

Netflix
Vamos começar pelo mais conhecido e amado, o Netflix. Virou febre, é inegável, e pode-se assistir a muitos filmes através dele, tudo incluso numa única taxa. Além disso, o Netflix vem investindo em filmes e séries originais de resultado incrível e que você só encontra lá. Ainda tem mais vantagem: dá para ver filmes do celular, de tablets, de computadores, etc. Só tem TV na sala? Não tem problema, pega o celular, deita na cama e seja feliz.

Itunes
Aqueles tem algum produto da Apple pode escolher adquirir filmes através do Itunes. Quem que utilizam Android também não ficam na mão, a GooglePlay também disponibiliza filmes que podem ser vistos em casa.

NetNow
Quem assina a NET também pode usar o NetNow. Esse é um serviço da NET onde os lançamentos do cinema saem rapidinho pra você em casa, é possível comprá-los através de um click do controle remoto. Não esqueça de conferir as promoções e quais canais oferecem filmes de graça. Mais fácil impossível.


Pipoca?
Quem não abre mão da pipoca, lembre que fora do cinema existem opções mais baratas e diferentes, tem com manteiga de cinema, sabor fandangos e até caramelo. Mas se não gosta, pode comer o que quiser, até um prato de arroz com feijão ou aquele bolo de dar água na boca que só a sua mãe sabe fazer. Tudo depende do gosto e da fome.

Cobertor
Verdade seja dita, sentar na poltrona do cinema pode ser uma experiência gelada e até desconfortável. Porém, vendo filme em casa esse problema acabou: é só usar um cobertor. Pode ficar melhor ainda acrescentando: tempo frio, chocolate e quem sabe, uma chuvinha e alguma companhia.

Companhia
Assistindo a filmes em casa é possível curtir a companhia de pessoas que não estariam com a gente no cinema por vários fatores, pode ser o preço ou a distância, ou quem sabe só a vontade de ficar em casa mesmo. Além disso, em casa ninguém liga se você conversar um pouquinho.




Ventilador
Nada é pior do que sair de shorts e regata no verão e entrar em um lugar muito gelado, é claro que você não ia lembrar de sair com uma blusa de frio no meio do verão, mas existe um solução para isso: basta ligar o ventilador em casa e curtir. O melhor é: o ventinho pode ser forte ou fraco,você é quem comanda.

Sossego
No cinema, nós estamos sujeitos ao tumulto que sempre acaba se formando, os gritos, conversas, risadas e consequentemente xingamentos que, muitas vezes, impedem de ouvir o que os personagens dizem. Fazer o pessoal ficar quieto em casa é bem mais fácil de resolver e você ainda economiza pipoca, pois não precisa jogar nos engraçadinhos de plantão

Pause
No cinema com um monte de desconhecidos, claro que não dá para pausar um filme. Em casa, você pode dar pausa a vontade e depois voltar de onde parou, o melhor recurso do stream e não atrapalha em nada o entendimento.

Banheiro
Perder um pedaço do filme para ir ao banheiro no cinema está fora de cogitação. Em casa, não tem problema: basta dar pause, ir ao banheiro e continuar vendo de onde o filme tinha parado. Fácil, não?

O filme
A pior coisa que pode acontecer num cinema é pagar por um ingresso e se decepcionar com o filme, em casa isso não acontece, além de ter uma variedade enorme para escolher, não gostou, é só trocar. Concluímos então que assistir filmes em casa só tem vantagens.


Por Thiago Maboni

*on-demand = pronto para entrega 
LEIA MAIS

DEIXA?



Hits: 269

Deixa?
Deixa que eu fique olhando calado seu jeito de questionar o silêncio e se indignar com atitudes... Porque não é mesmo fácil entender certas coisas e a revolta é inevitável.

Deixa abraçar quando for difícil compreender que certas coisas ultrapassam nosso poder de resolução e estão além de nossa compreensão, que a providência só pode ser divina.

Deixa segurar sua mão inquieta e orar pela paz desse coração que aflito, que com olhos de bondade e luz, traz consciência e amor em quantidade demasiada a ponto de não compreender desamores sem explicação, justificativa ou perdão.

Deixa te pedir para entender que ainda que do lado errado, eu vou cuidar de você e de tudo que te cerca e que você ama. Ainda, que qualquer dor que te atingir dói mais aqui.

Deixa fechar os olhos e encostar meu rosto no seu e em silêncio acarinhar seus cabelos, fazer você dormir, no nosso mundo, onde nada pode te tirar a paz.

Ainda é tudo seu aqui.

LEIA MAIS

Vem cá!



Vem cá, senta aqui pra gente conversar um pouco de ética, respeito, troca, educação, essas coisinhas que andam meio fora de moda, mas que fazem toda diferença para uma boa relação, olha! Rimou...

Todas essas coisinhas aí que não se discute mais em família, porque as pessoas estão no whatsapp e se alguém falou, ninguém ouviu é o que faz o caráter de uma pessoa ser mais legal, mais “joinha”, lacrador, sacou? Sacou é antigo? Ok! E, que também não se fala mais na sala de aula, porque os professores não são mais como antes, muitos são até melhores, mas domar esses seres cibernéticos e selvagens é dose pra leão.

E sim, meu texto será dominado por essas expressões antigas, tipo “da época do guaraná com rolha”, porque eu já passei dos 40 e tenho muito orgulho disso, não das minhas rugas, mas da educação que recebi sim, às vezes eu também surto, falo o que penso... Desabafo, quem nunca?

Eu admito eu sinto uma saudade do tempo que a gente tratava todo mundo com mais idade de "Senhor" e "Senhora", das "palavrinhas mágicas" que a gente ensinava aos pequenos e de quando a gente falava com as pessoas olhando nos olhos... 

Do tempo que a gente tinha amigos de verdade, amigos que não cobravam, que não se achavam, que não humilhavam... Amigos que faziam tanto por você e você por eles e era tão natural e só hoje diante do triste quadro da humanidade a gente sabe o valor que isso teve e tem...

Todos os valores são importantes, mas o respeito engloba tudo, quem respeita não maltrata, não traí, não julga, não magoa, não é desleal, não mente, não subestima, não expõe, não desdenha, não trata com indiferença... Quem respeita trata com amor. Sabe aquela máxima? “Não faça ao outro, aquilo que não gostaria que fizessem com você?” É isso.

Simples assim, tolerância, educação, gentileza, não podemos continuar vivendo no limite da falta de educação e continuar colocando tudo na conta do estresse, da falta de tempo, da correria do cotidiano. Se pensarmos, nossas avós e até mais pertinho, mães, tias, lavavam roupa a mão, não tinham geladeira, tinham uma penca de filhos e mesmo assim sabiam sorrir... Não vamos regredir... Podem existir pessoas amargas no mundo? Sim. Podemos ter dias difíceis? Claro que sim! Mas, não vamos fazer isso uma regra para a vida. Abra um sorriso, seja leve... Seja você a diferença do seu mundo.


Mais respeito, por favor.
LEIA MAIS

DESEJO QUE VOCÊ SINTA SAUDADE...



Eu só te desejo saudade...
saudade do amor que nasceu em mim,
um amor que nunca cobrou,
que se superou a si,
que transformou um coração triste e empedrado em calda quente de chocolate numa noite fria de inverno com neves...

Desejo as lembranças dos momentos vividos, em nuvens de algodão...
mas, não lembranças vãs...
lembranças daquelas que a gente pode sentir o cheiro, o toque, o calor...
aquelas lembranças de momentos tão emotivamente lindos, que precisamos respirar fundo e piscar seguidamente para disfarçar as lágrimas fujonas.

Desejo sorrisos visceralmente felizes,
Aqueles que invadem os olhos e saem do coração...
Assim como aqueles que você me deu de presentes tantas vezes...

Desejo uma certeza, que não importa o tempo que passe, nem à distância, nunca se esqueça de lembrar, que esteja onde estiver, meu amor estará ao seu lado, em silêncio, mas, amando em qualquer idioma, temperatura, regime, religião... Pois, amor que é amor, tudo crê, tudo suporta e se for bilateral, TUDO VENCE!

Desejo que você sinta saudade dos meus braços,
que estiveram sempre a sua espera,
olhando por uma janela, que só era aberta quando era conveniente...
assim mesmo, eu esperaria a vida toda.

Desejo que mesmo sem nunca ter imaginado a dimensão...
Sem jamais pesar as dores que a falta desse sentimento me causou e causa... E, que não importa os caminhos e atalhos que a vida nos leve, eu vou preservar dentro de mim, guardado em um quarto cor de rosa, blindado, porque é isso que me faz respirar!
Eu tenho todos os sentidos, a flor da pele, saudade viva, os olhos rasos, os braços ainda abertos, um sorriso suave de quem ama até a saudade, a altivez de quem decide agarrá-lo e lutar por ele a ferro, fogo e sangue!

Desejo uma convicção
Eu o tenho e terei pra sempre.
Não! Não é uma forma masoquista de ter, o que nunca me foi dado, é sim, uma forma de inadequadamente, sentir as sinestésicas sensações...
E, definitivamente, desejo que você sinta saudade do meu amor. Porque, maior e mais fiel, você não vai encontrar...
LEIA MAIS

"ELE" E "ELA"



"Não conheço amor mais forte e mais lindo. Sobrevivendo a distância...

Ele queima aos poucos e aquece os corações, enquanto ela ilumina e embala os romances... Sem nunca sentir-se injustiçada. Ainda que pequenina em sua fase saudade (nova).

Pequenina porem forte...

Vivendo o 'platonismo' na sua plenitude, até o êxtase do eclipse. Ele o Sol, ela a Lua!"
LEIA MAIS

Tiazinha da Facul



Oie Amoras (es)

E então ela resolveu estudar!!!

Pois é gente, eu depois de tanto tempo, decidi que estava na hora de fazer algo por mim. Quem me conhece sabe que eu sempre sonhei com a formação acadêmica que é coisa tão corriqueira para alguns, mas, que para muitos, ficou na categoria "sonhos". Me encaixo aí!
É triste dizer isso mas, "na minha época", faculdade era coisa de burguês sabe? E minha família não tinha mesmo condições de bancar...

Só que nós aprendemos a nunca, jamais ficar lamentando, eu corria por fora, buscando tudo aquilo que cabia no bolso e no tempo, porque aqui se começava a trabalhar cedo, aos 14 eu já trabalhava em loja no shopping (lá vem ele), "naquela época" podia!

E foi por isso que eu estudei de tudo, rsrs, magistério, técnico de contabilidade, datilografia, computação, ah eu fiz curso de manicure hahahahaha e por fora eu prestava concursos, muitos, vários e passei em alguns (chupa Lula)!

Mais tarde já trabalhando em um local mais tranquilo, pensa que eu parei? Não, não! Eu continuei me qualificando, fiz vários cursos de qualidade no serviço público pelo Sebrae, Documentos eficientes, Ortografia, Novo Acordo e por aí vai e eu ainda fiz todos os treinamentos da Defesa Civil, curso do Movimento de alfabetização, porque eu sempre achei que é a partir de nós que a mudança acontece. Com os novos programas de incentivo do Governo, meu coração bateu mais feliz, pois eu via uma chance de poder enfim conseguir uma bolsa e fazer a faculdade, só que eu tinha um empecilho físico, a cefaleia crônica (vem pra cá, naproxeno, topiramato, dramin e etc), há mais de 04 anos eu fiquei bem mal, mas ano passado eu decidi que a cefaleia não iria reger a minha vida, e comecei a estudar, estudar e não tem sido muito fácil, porque já fazem alguns aninhos que eu não visitava uma sala de aula e esse ano estarei lá pela primeira vez enfrentando o Enem, tentando conseguir pontuação para conseguir uma bolsa que me possibilite realizar esse sonho. Nos simulados tem sido uma confusão, melhoro  a matemática e levo uma rasteira do Rei Luis IV, outras vezes já tropecei em Aristóteles, e até mesmo em ciências da natureza e acreditem que a Literatura traidora já foi causa das minhas dores, mas, estamos tentando e mesmo que não dê certo dessa vez, "lo sigo intentando", porque não sou mulher de desistir dos meus objetivos!

Então perdoem-me as poucas resenhas, mas a titia tá colada nos vídeos de aulas on-line! Porque Novembro bate a porta! E torçam por mim, acredito que um mundo novo se abrirá para nós a partir de. É a tiazinha na facul, com fé em Deus! Só estou dividida em mil sabe, jornalismo, literatura, filosofia, historia ou marketing?

Obrigada sempre.
LEIA MAIS

Chá de Bruxa



Oi Amoras,

Resolvi hoje repostar a receita do chá de Bruxa, é assim que chamo meu chá preferido e os amigos ficam falando "Deia, quero provar!" Mas como nem sempre estamos perto para tomar aquele chazinho juntos, então minhas bruxinhas preparem-se!

Ingredientes:

Para 600 ml de chá, serve de 03 a 04 pessoas.

02 laranjas pera (sem a casca)

01 maracujá azedo (com casca)

gengibre a vontade (não use muito ou pode amargar)

01 pau de canela

03 cravos

1 xícara de açúcar

01 colher de água ou água de laranjeira (essência)



Preparo:

Cloque o açúcar para caramelizar com a colher de água e o gengibre,

quando já estiver virado uma calda adicione as frutas cortadas em cubos grandes,

adicione a canela e o cravo, deixe cozinhar até que as frutas estejam cozidas e o líquido delas soltado,

formando um caldinho... Aproximadamente 40 min


(nesse momento você pode tirar do fogo, deixar esfriar e congelar, para usar o chá no dia a dia, coloque em porções que possam ser descongelado para uma ou duas xícaras)



Adicione 01 litro de água, mexa até que esteja totalmente incorporados.

Deixe ferver por aproximadamente 30 min, coe e sirva quente.



Frutas que você pode substituir:

Laranja por limão

maracujá por morango



O que você pode acrescentar:

Maça (se você estiver ruim da garganta a maça é ótima)

Pimenta dedo de moça (tire a semente, corte o cabo e use apenas uma)



Caso você não goste de gengibre use a pimenta, eu uso os dois, especialmente quando estou resfriada, com o maracujá que ajuda o sono.

*Se você não puder usar açúcar, você pode cozinhar as frutas com uma xícara de água até elas soltarem o caldinho e seguir a receita e no final tomar quentinho, com ou sem adoçante.



Espero que vocês gostem! Pois esse é meu chá favorito, na minha casa não falta. Eu adoro!

Tim, tim, bruxinhas!

LEIA MAIS

PALAVRAS...



"As palavras são necessárias! As palavras esclarecem e desanuviam...

Deixam claro, são a confirmação do que sente o coração.

Não há dúvida que pessoas que conseguem traduzir seus sentimentos, opiniões e indagações em palavras são mais bem aceitas, melhor resolvidas... No entanto há momentos onde as palavras são dispensáveis, mas, daí entra outro tipo de vocabulário, o emocional, do corpo, das expressões!

Quem nunca se emocionou com a maravilhosa forma de se comunicar de Chaplin? Sem palavras ele dizia tudo, seu olhar terno, triste, feliz, emocionado, apaixonado... Mas, ele era gênio.

Não importa como você vai dizer e transmitir seus sentimentos, desde que o faça. Ainda que sem jeito, ainda que no começo saia meio sem sentido, meio sem uma continuidade, mesmo sem organização, com o tempo vai ficando mais fácil.

O que eu tenho certeza é que quando a gente ama, se importa, se interessa, consegue entender um "não" e sabe-lo "sim"...

Existem tantas brincadeiras de o que realmente significa um “sei...” de uma mulher, o “tudo bem” de um homem... Mas, quem não gosta que o outro saiba exatamente o que sente? Naquela hora em que as palavras são difíceis de sair... No entanto, como eu sou mulher e não há mulher que uma hora ou outra deixe o romantismo falar... Eu desejo que um dia, nem que seja uma vez apenas, encontre alguém que os abrace quando menos esperar, mas, mais precise.
Enxugue suas lágrimas com um beijo, e sorria transmitindo a segurança que diz: “Estou aqui e vou ficar exatamente aqui, porque me faz bem estar com você...

Esse é o momento onde ainda que tente, as palavras sumirão, pois nenhuma seria suficiente para agradecer, retribuir, então, feche os olhos e “beba esse momento...”

“Vosso coração conhece em silêncio o segredo dos dias e das noites. 
Mas, vossos ouvidos têm sede do som do conhecimento do vosso coração.
Sabereis em palavras o que sempre soubeste em pensamento.
Tocareis com vossos dedos o corpo desnudo dos vossos sonhos.
E assim deve ser.”
(khalil Gibran – Livro: “O Profeta”)

LEIA MAIS

Começo do fim da dor...



Entendo hoje porque dizem que “o tempo é o senhor da razão...”, pois tudo sara, tudo passa e dizem os mais brincalhões, “até uva passa” (não resisti)!

Existem coisas na vida que nós passamos e só nós sabemos como é difícil passar. É quase impossível pensar em uma saída, um respiro, um olhar de esperança quando a dor dói demais. Eu hoje acredito que a dor deve ser vivida, sentida, chorada, sofrida. Para mim isso é respeito por si mesmo. E com o tempo as coisas chegam devagar. Um novo interesse, ou um velho! Pode ser uma pessoa ou algo que lhe preencha a vida. Coisas que antes eram comum como leitura, escrita, voltam a dar sinais, é o "começo do fim da dor..."

Logo, o ser humano como todo animal reage em defesa, e há quem diga que a melhor defesa é o ataque, mas, às vezes é o silêncio, o escuro, o choro... Porque alivia a alma, as lágrimas regam a emoções ressecadas pela inanição e desprezo. Até que, toda dor se transforma e o tempo é necessário para entender que não se esquece, as coisas que acontecem na vida deixam marcas, cicatrizes, mas o olhar positivista nos faz entender que não é ruim e sim um momento vivido, que poderemos lembrar, com tristeza ou com um sorrisinho de felicidade verdadeira, mas, ajudou a constituir a nossa história mais interessante.

Há quem possa contar para outras pessoas e usar como experiência e exemplo, para o bem ou não. Ou então guardar bem guardadinho no coração, só para você, pois é algo tão bom, tão lindo, momentos inesquecíveis que dá ciúmes de dividir. Então, entendemos que tudo contribui para o bem no final, embora muitos de nós não repetiríamos!

Não existe na vida, dor que dure pra sempre (sábio ditado popular). Nem tudo é para destruir, aliás, poucas coisas são... Mas, o fato é que nada é nosso como achamos por vezes. São empréstimos de Deus!

ELE nos empresta pessoas por um período para nos ensinar coisas da vida, assim como também nos usa para que outros aprendam e quando já se é tempo, ele nos tira e, as vezes dói, mas nenhum pai deseja o mal do filho, e as vezes o “não” é necessário para um final saudável.

Retornando da dor a gente é muito sensível, como um machucado recente, uma queimadura, a gente tende a não confiar em nada e em ninguém... Mas, já podemos olhar, admirar, sorrir e “quando a saudade doer e a solidão machucar”, como diz a musica, a gente relembra, mas daí com um sentimento diferente.

Saudade boa, de momentos que jamais serão esquecidos.

Pessoas especiais jamais serão esquecidas. É importante que todos tenham consciência disso, pois toda pessoa que você se envolver terá momentos bons pra lembrar e isso não pode ser um peso, mas motivo de respeito e admiração, pois essa pessoa soube viver! Só não precisa e nem deve contar. Em segredos íntimos só cabe uma pessoa.
LEIA MAIS

SONHO...



Vive em mim...

Com seus cachos cor de mel...

Com mania de fazer careta quando fala...

E, de tocar a orelhinha enquanto pensa...

Sorrisinho de cantinho e jeitinho de pedir as coisas baixinho, com suas mãozinhas suaves segurando nosso rosto.

Bochechinhas rosadas....

Cheirinho de cereja com lavanda...

Ja senti seu abraço... ahhhh esses "Carolineados"...

Canta e dança meu amor, porque eu ja te inventei e meu maior amor é seu...

Um dia a gente vai se encontrar...
LEIA MAIS

Leituras de Setembro

Olá amores, essa semana não trago resenhas para vocês - estou em um mood muito estranho e nada que tenho começado a ler tem me agradado - mas já estou começando a me animar pois nas próximas semanas serão lançados uns livrinhos que estou aguardando ansiosamente para ler! E é claro que vou compartilhar com vocês. :)


The Goal (Off-Campus #4) - Elle Kennedy - Eu AMO essa série. Os protagonistas são atletas de faculdade que apesar de terem todo um status de "celebridade" no campus são uns amores e as estórias não tem nada de dramalhão (o que é comum nesses livros YA). Estou doida para saber mais da estória da Sabrina e do Tucker. Não gostei muito dela nos outros livros da série - toda metida, a moça - e o Tucker tava todo misterioso no final do livro #3. Agora já sabemos o porquê desses dois estarem se encontrando escondidos, tem um bebê na jogada! Ai, meu sais, can't wait! The Goal vai ser lançado dia 26/09.
Ah, e descobri que essa série já começou a ser publicada no Brasil com o nome de "Amores Improváveis" e você já pode ler O Acordo (The Deal) e O Erro (The Mistake).


The Retrieval Duet - Aly Martinez - Autora nova pra mim, mas que tem uma boa reputação na gringa por lançar livros com estórias bem fortes e tocantes. Esse duet, são na verdade dois livros, Retrieval e Transfer. O primeiro livro já foi lançado no inicio do mês e conta a estória de casal que se conheceu e se casou num espaco de dias, e por incrivel que pareça, deram super certo, foram feitos um para o outro, até que eles começaram a tentar a engravidar. Tudo deu muito errado, e depois de muito tempo conseguiram, mas o baby morreu e a pressão foi tanta que eles acabaram se separando. Mas, eles ainda se amam e o marido vai fazer de tudo pra reconquistar a mulher, mesmo depois de 2 anos afastados. Legal né?! O segundo livro conta a estória de Clare (que já aparece no livro #1), ela está tentando se livrar do marido abusivo e assim proteger a si própria e a sua filhinha e é claro que ela encontra um mocinho maravilhoso para ajudá-la. O livro #2 vai ser lançado dia 27/09 e eu estou muito animada, pois são temas fortes e as resenhas estão maravilhosas!

Gostaram?! Eu estou contando os dias para esses livrinhos serem lançados eu poder carregar meu Kindle com essas delicias. E é claro que tentarei resenhá-los para vocês aqui no blog!

Até mais. :)
LEIA MAIS

DESASSOSSEGO



Pensamentos em demasia,
Palavras em desarmonia,
Nada conjuga nem concorda,
Nem mesmo a alma suporta...

Dias tão longos e vazios,
Só olhares perdidos silenciosos,
Sem sorrisos, sem canções...
Nem metas, nem intenções.

Observante a observar,
Inquietante a aquietar,
Inadequados a adequar
Sentenciando a silenciar...

Vivendo a dor do abandonar,
Observando ao longe o agonizar...
A lágrima, o gotejar,
Do sopro da vida esvair-se-á!

#repost
12jan2014
LEIA MAIS

Medos...



"O que são medos? São artifícios, desculpas que usamos no nosso dia a dia para fugir das conquistas mais trabalhosas da vida, ou... Até mesmo uma forma de punição... Sim, isso mesmo!

Às vezes nós não nos achamos dignos de viver certas coisas na vida e ai ele vem...

“O Salvador!!! Ohhhhh... O MEDO”...

Ele vem para nos frear, atravancar a nossa vida... Aí ficamos naquele impasse, sabe aquela frase antiga... “Nem faz o serviço, nem desocupa a moita?” É bem isso! Mas não é simples assim, por vezes e vezes abrimos mão de coisas que são fundamentais para nossa felicidade, quando não de pessoas que fazem uma diferença entre a nossa felicidade ou a falta dela! E isso traz outro mal, “a culpa”! Mas isso é lance pra outros 500!

O foco hoje é o medo, que não é um pecado, que não é um mal absoluto, o medo nos impede de cometer muitas imprudências, nos faz pensar e ponderar, ele só não pode dominar a nossa vida, reger o nosso caminho e transformar a nossa existência num completo vazio. Essa coisinha com nome pequeno (medo) enche os consultórios dos terapeutas, porém, é difícil lidar com ele, quando se tem medo dele mesmo... Difícil? É muito! Vamos esmiuçar a coisa...

Imagine que você tenha medo de se expor, chegar a um terapeuta onde busca ajuda, já será um parto, imagine abrir o baú onde trancou os seus medos e ir tirando-os um a um para trabalhá-los e assim, vencê-los! É uma guerra. É uma luta pessoal, uma luta mesmo, onde as dores são físicas, pois o nosso lado emocional bate e bate com força! É a sua defesa!

Porém é dessa luta, desse desafio, dessa força que precisa nascer de dentro de você que vai depender toda sua vida, felicidade, a realização dos sonhos, daqueles que você sequer teve coragem de revelar um dia a alguém!

Que fiquei claro, o lado intelectual, nada tem a ver com o lado emocional, porem eles andam em linhas paralelas, porém nem sempre as paralelas se acompanham... Em geral pessoas com esse perfil, possuem a paralela do intelectual infinitamente avançada em relação ao emocional, o que não o torna em nada inferior, mas, poderia ser tão mais feliz!

Quem na vida já não foi escravo do medo? Mas, a sua carta de alforria é só você quem pode assinar... Pega essa mão que esta estendida, perde o medo e confia, tenta!!!! O único risco que você corre é de dar certo e você ser feliz, porque pior que esta não vai ficar...
Liberte-se de medos que parecem “fantasmões” e nem são tão grandes assim e com eles de risco de vícios desnecessários...

Eu não tenho medo, nem do ódio que por amor, você possa sentir de mim!

Liberte-se, para ser feliz!”

LEIA MAIS

Campo Minado

(Da janela do meu quarto)


Finalmente eu acho que já consigo entender algumas coisas, o que não quer dizer que não volte a errar, pois aprendi que erramos todo o tempo...  E o caminho do acerto às vezes é longo demais...

Entendi que por mais que eu tentasse, eu jamais conseguiria restaurar sentimentos perdidos e sabe porque? Porque a luta unilateral, desgasta e cansa, ambas as partes...

Entendi também que é mais fácil deixar o outro lutar sozinho, pois quem não luta, não fracassa e assim se foge das frustrações... E, a frustração ela machuca, mas ela ensina, educa e nos faz crescer!

Entendi que por mais fé, desejo, vontade e força que se coloque numa atividade, na engrenagem dos relacionamentos, se uma peça não gira a favor, todo o trabalho esta perdido! (Cabe a você detectar quando tudo esta nos seus ombros). Quem não luta COM você por certo não te ama.

Eu entendi que, dói muito desistir. É dor de fracasso admitir que não foi capaz, é uma dor do querer mais que querer e, o querer sem fundamento é apenas querer e não necessidade. Entendi, que a necessidade passeia por campos minados... Isso também machuca.

Entendi que quando alguém não quer estar ao nosso lado, persistir nessa luta é um grande boicote, enquanto você pensa ser forte para lutar e crer vezes dois, sua expectativa esta fadada ao fracasso...

Por fim, entendi e aceitei que a missão de mudar nosso mundo, (enquanto, "nosso" não existia), jamais daria certo, pois você já havia aberto mão do amor que eu vivi e que nunca existiu...

Assim sendo, após compreender e aceitar a derrota, eu amargo a dor da perda, da nuvem vazia, com uma certeza, eu não fui capaz de mudar, mas não fiquei de braços cruzados dizendo “me convença que vale a pena”! Eu estive lá, presente, tentando.

Não digo que isso basta para aliviar a frustração, mas nós sabemos que ao menos de um lado não faltou força e fé. Já de outro... Mas sabe? Eu ainda vejo tantas coisas bonitas em tudo que eu acreditei... Por fim, entendi que de nós dois houve uma pessoa que viveu coisas incríveis, carrega lembranças e um sorrisinho incontido. Tem um olhar lúdico e também um onírico imperfeito, eu!
LEIA MAIS

Acredite no amor...




Todo sofrimento é passageiro, a menos que você queira morar pra sempre nesse poço triste e escuro...

Levanta, veste o seu melhor sorriso e abre o coração para o amor, sim ele existe, basta acreditar...

Tantas vezes mais perto que imaginamos. Ninguém merece morrer de saudade, quando se pode VIVER de amor.

Às vezes quando olhamos para traz, pensamos... “quanto tempo perdido... quanta vida desperdiçada...” (suspiro)!
Contudo que seja aprendizado e não mágoa.

Acredite por maior que for a dor, a perda, passa! E, em outro momento quando você sentir o calor de uma mão real na sua mão, da massagem nas costas que poderiam ser traduzida nas palavras “se você chorar, eu estou com você, porque a sua dor, dói mais em mim”.

Não há nada como sentir o cheiro da pessoa amada, abrir os olhos e saber que não é apenas um desejo, um sonho, mas, realiza-se num abraço quentinho de bom dia. No olhar que entende o seu, no sorriso que te faz sentir especial simplesmente por respirar... No respeito de calar para não expor e de ficar em silêncio para que a paz do outro invada-nos...

Quem ama, dá amor, paz, serenidade, luz... Tudo que causa lágrimas, que exala dúvida, desconfiança, pode ser loucura, paixão, mas, definitivamente não é amor. Às vezes é preciso apanhar para entender... Ok, entendi.

É preciso acreditar, afinal não é possível que num mundo tão grande, de pessoas cheias de medos e desacreditadas do amor, não haja uma que pense como você, que caminhe na mesma direção. E, caminhar é ter a mesma fé, é abrir mão por você, é estar presente, é amar sem cobranças... É ser “humano” e não magoar sentimentos nobres.

Todos somos especiais, sim, somos especiais e podemos ter alguém especial! Alguém que na tribulação segure nossa mão e ore (reze) junto, mas é essencial acreditar! É o acreditar que vai fazer toda diferença, é ele que fará você investir em um futuro...

E, acreditem não é fácil, mas pode sim, valer a pena e vale a pena qualquer tentativa de ser feliz!
LEIA MAIS

Sentidos...



- Nem acredito que dormiu, estou exausto! – Disse os olhos...
- Isso porque você não ficou sendo apertado o tempo todo, me sinto em chamas! – desabafou o nariz...
- Eu estou me sentindo mal, toda rígida, tensa, comprimida, parece que tem algo atravessado em mim, céus que mal estar. – reclamou a garganta.
- Eu não quero nem ver como estarei dolorido amanhã, poxa dentes poderia ter pegado leve né? - Disse os dedos.
- Não me enche, trata isso com seus amigos ovários, afinal você já deveria estar acostumado. – respondeu os dentes.
- Não me venha com acusações infundadas, dessa vez eu estou quieto, não fiz nada para todo esse tsunami! – Defendeu-se o Ovário.
- É verdade, dessa vez nós não sabemos o que houve, mas aqui esta uma calmaria e tanto, entediante... – Confirmou o útero enquanto lixava as unhas...
- EMOÇÃO!!! – Gritou a razão já com a mão na cintura! – QUE DIABOS ESTÁ ACONTECENDO?

Durante aquele longo silêncio a tensão era quase palpável, ela sempre tão faladeira, disposta e cheia de razão, calada? Devia ser de fato sério!

- Ah gente! É depressão... Eu estava tentando evita-la, mas, foi em vão... – Disse por fim a Emoção.
- Depressão? Não! É algo mais, estou trabalhando muito além das minhas forças, acelerado mesmo e não estou conseguindo, tem algum vazio aqui também, não pode ser coisa só do psicológico. – Manifestou-se o coração.
- E não é. – Informou o cérebro. – Isso Dona Emoção, é mais que depressão, é “decepressão”.
- "Decepressão"? Eu sei que você é metido a sabe tudo caro colega, mas isso é um neologismo, essa palavra sequer existe. – Ironizou a emoção.
- É, tem razão, acabei de inventar, mas não existe nada que possa definir melhor o atual estado dela. E você sabe quem tem culpa disso?
- A Emoção claro! Dia após dia eu tenho dito para ela não se meter no bom andamento das coisas, mas, não pensa, não pesa os prós e contras, não age em parceria com a sabedoria e dá nisso, decepção, dor, tristeza... – disse enfurecida a razão.
- Pera lá! Pode ir parando aí mocinha! Você esteve pensando muito a respeito das coisas que ela acreditou e você também se envolveu, esqueceu até de mim, teve um pé atrás no começo, mas depois até você relaxou, achou que estava tudo certo, esta sendo injusta comigo, e não vou te perdoar, não mesmo, nunca mais! Ingrata! Incapaz de reconhecer sua parcela de culpa! Se errei foi tentando acertar, não é justo agora me sacrificar, era tudo tão lindo, era perfeito, eu nem me meti demasiadamente dessa vez, eu fiquei deixando você livre e você me vem com essas acusações injustas! Sua, sua, sua... – E assim caiu no choro a emoção...
- Hey parem! – Chegou à sabedoria. – Todos nós temos parte de culpa nisso tudo. Razão pare de acusar, você também achou que tudo estava no controle dessa vez. É preciso entender que a emoção nunca vai deixar de ser otimista, romântica incorrigível e agir no impulso, mas ela vem tentando se comportar. Senhor cérebro, muito bem colocada a nova palavra, “decepressão”.
- Mas, Senhora Sabedoria, o que esta acontecendo e o que podemos fazer? - Falou por fim o ego.
- Que bom que chegou Senhor Ego, precisaremos muito de você, espero que esteja pronto, e onde esta o Orgulho?
- Aqui.
- Ótimo e o Respeito e Amor Próprio?
-Aqui.
-Aqui senhora.
Que bom. – continuou a sabedoria – Diante desse momento de Desânimo...
- Me chamaram? - Disse o desânimo, sem disfarçar seu tom de maldade.
- Cale a boca Desânimo. Vou dizer só uma vez, faça o favor de manter-se adormecido nos próximos dias, você já fez estrago o bastante! – Repreendeu a sabedoria.
- Sim senhora.
- Vejam, dessa vez não são somente crises e dores internas, existem fatores externos, estivemos conversando eu e a Dor, e trata-se de um ferimento muito sério. Algo que pode mudar sua vida, sua ...
- Ah não! Jamais, eu não vou... – Disse com determinação a .
- Faça-me o favor de ouvir! – Perdendo a cabeça a Sabedoria, sabia que não seria fácil!

Quando o silêncio retornou ela prosseguiu:

- Bem! A dor me contou que ela foi atingida por algo que foi o gatilho para toda essa demanda de descontrole.
- É verdade, eu sinto uma sensação como se uma adaga cortasse minha carne, a deixando em carne viva. – Disse o Abandono.
- Pois bem. – prosseguiu a Sabedoria – Não é a primeira vez que lidamos com isso, mas a reincidência nós faz mais fracos para lidar com tudo. Mas, não deixaremos de tentar. O que a fez cair dessa vez veio de fatores externos, inadequadamente. Foi tão duro o trabalho da confiança, da auto estima, da valorização, do auto controle, e palavras fizeram tudo ruir!
- O que faremos agora? - Disse a razão.
- Eu, eu não sei o que fazer, não sei como agir, ela não me escuta! – choramingou a Emoção.
- E, não vai por mais um tempo emoção. Feridas abertas demoram a cicatrizar. – Disse com paciência a sabedoria. - O que vamos fazer é, unirmos e trabalhar em uma recuperação ainda que parcial, ainda que um pouco a cada dia, sem jamais fraquejar, afinal, estamos aqui pra isso! Otimismo?
- Sim sabedoria.
- Esta pronto para um trabalho duro?
- Sempre!
-Ótimo.
-Vaidade?
- Sim! –Respondeu enquanto segurava seu espelho de ouro.
- Terá que ter força. Terá que encontrar novos objetivos e ser convincente!
- Oh sabedoria, sabe que sou maravilhosa em tudo que faço, perfeita, irrepreensível, doce, irresistível...
- Ok chega! Faça sua parte! – A Sabedoria prosseguiu. – Mas existe um que terá um trabalho árduo e cheio de desafios. Confiança?
- Sim sabedoria.
- Terás que fazer coisas improváveis, mas não impossíveis... Aliado ao amor próprio terá que a fazer acreditar em si, a ponto de compreender que só quem perdeu em tudo isso é quem não mais contemplara seu sorriso de amor.
- Eu? - chegou o amor com seu perfume invadindo tudo, rosa vermelha na lapela e olhar de conquistador.
- Você!!! – Enfureceu-se a sabedoria. – Mantenha-se longe. Dê tempo a ela, deixe-a esquecer a dor! Pode fazer isso?
- Ok, ok, senhora sabe tudo. Já estou partindo. – E se foi!
- Vamos dar o melhor de nós? Vamos fazer todo o possível para melhorar a situação para todos nós? - Disse calmamente a sabedoria.

O coro foi imediato.

- Sim.
- Sim, com prazer.
- Sim, com todas as minhas forças e dedicação, com meu sangue se preciso for...
- Chega emoção. E faça-me um favor, controle-se!
- Sim senhora!
- E o que eu faço com essa palidez e olheiras quando acordar? - Perguntou ajeitando os cachos do cabelo a vaidade.
- Ela não vai olhar, nem vai dar atenção por um tempo. Agora vamos, logo o dia começa e temos que estar todos juntos nessa missão. Despediu-se a sabedoria.

Quando ela partia, o cérebro a segurou pelo braço e lhe disse baixo e calmamente.

– Respeitosamente senhora, porque isso acontece? Porque eu tenho acompanhado pensamentos assustadores, aos quais não achei pertinente comentar. Porque tantos sentimentos intensos?

E a sabedoria respondeu...

- "Porque ela é mulher, e mulher não tem definição, não tem justificativa, não se entende, nem se tenta. São seres especiais que vivem no limite das emoções, que desejam amor na mesma proporção que sabem doar...
Porque ser mulher é sentir todas as dores, derramar lágrimas até dormir e ainda assim sorrir todas as manhãs!"
LEIA MAIS

Asas de um anjo



Foi bom demais te encontrar...

Esse sorriso de menino que não muda nunca, não importa quanto tempo passe... Esse jeito de olhar que diz “hey moça, vem aqui me dar um beijo” e eu fui.

Um abraço e que abraço, exatamente como eu lembrava, esse abraço que só você tem, quente, que faz a gente se sentir a pessoa mais amada do universo, o centro do mundo... E, as mãos no cabelo¿ Essa mesma urgência que eu sentia, estava lá e eu senti quando você beijou meu rosto e cheirou meu pescoço... O mundo poderia acabar nesse momento, poderia ao menos parar para eu me sentir por mais tempo protegida, blindada, nas asas de um anjo.

Conversar e sorrir com você é tão fácil, eu estava com saudade das suas implicâncias e de jogar guardanapos em você e errar, eu sempre erro, eu não ousaria acertar...

Ah, como é incrível como tem pessoas que fazem a gente se sentir em casa, onde nunca estivemos... Seguras e confortável comendo pizza sentada no chão, sem culpa...

Da próxima vez, chegue mais cedo...

Coloque mais vezes meu cabelo atrás da orelha...

Segure mais vezes meu olhar...

Fale da saudade baixinho ao meu lado, massageando minhas mãos, foi bom saber de sentimentos nunca divididos.

Fique um pouco mais, na verdade fique muito mais, foi tão pouco tempo, eu tinha tanto mais para dizer, tantos beijos para te dar, mas, obrigada por me permitir acordar sentindo seu cheiro e seu gosto.
Terei muitos sorrisos de cantinho, lembrando você contando os beijinhos cheirados até eu acordar...

LEIA MAIS

Resultado do Sorteio do Livro Beijo de Sangue

Oie!!!



Hoje realizamos o sorteio do Livro Beijo de Sangue!

O Primeiro do Legado da Irmandade da Adaga Negra de J.R.Ward.

A autora é Best Seller do New York Times e a Saga Irmandade da Adaga Negra é um vício mundial e nessa nova série"Legado", Ward não fica devendo nada a ninguém! E tem resenha sim senhor, para ler CLIQUE AQUI

E a sortuda que vai levar esse livro lindo é a Vick Ventlando! Parabéns amorinha, aguardamos o contato, super beijo!

Sorteio gerado e auditado por sorteou.com.br

E você que não participou, esperamos vocês nos proximos sorteios e já avisamos que como amantes da saga, sortearemos "The Beats" ou "A Besta" o segundo livro do legado, assim que chegar ao Brasil  e, tem resenha, mas tem spoiler, caso queira ler CLIQUE AQUI.
LEIA MAIS

Um pescador...



Sentado, na beira do rio, com sua vara de pescar, aquele moço sequer prestava atenção, era como estar no piloto automático... Observou a cena um senhor, de muita, muita idade, abaixou a cabeça e pensou... Lentamente se aproximou e sentou ao seu lado. O moço não teve nenhuma reação, continuou em seu universo particular... Disse o senhor:

- Tenho acompanhado todos os dias a sua atitude, seus gestos, seu olhar triste e gostaria de me contar o que aflige seu coração?

- Não tenho nada a falar senhor. Esta tudo no controle.


- Olha filho, eu sei que é difícil abrir o coração... Sei que às vezes dói, que às vezes machuca abrir o cadeado do nosso baú pessoal e remexer em coisas mal resolvidas, culpas e medos. E, ainda ser criticado ou mal compreendido.

- Respeitosamente Senhor, eu não tenho culpas, eu simplesmente não posso me arrepender por algo que já passou, eu simplesmente sigo. Também não peço desculpas, procuro somente não repetir os erros.

O senhor abaixou a cabeça e pensou... Ficou em silêncio por um momento... Suspirou e disse:

- Filho, se me permite... É normal lutarmos contra os sentimentos que nos magoam, o que não quer dizer que não existam. Às vezes não os reconhecemos, mas, é humano errar! É humano se arrepender, e ter culpas, ainda que veladas... Isso é viver! E viver requer constante movimento no intuito de acertar. Porém filho meu, ha momentos da vida que colocamos em dúvidas tantas coisas...

- Desculpe, mas posso fazer uma pergunta? Quem é o senhor para achar que sabe tudo de mim?

- Eu sou aquele que vai estar ao seu lado, por todo o seu caminho. O único que pode ler seus pensamentos e os conhece, assim como seu coração.

- Como pode conhecer?- O moço sorriu... - Se nem eu conheço totalmente?

E o senhor prosseguiu falando baixo e calmamente.

- Eu sou um velho que conhece os sentimentos, que já viveu o bastante para entender que mesmo vivo, parecemos defuntos... Aquele que sabe que é possível ressuscitar, renascer e fazer melhor na próxima vez! Aquele que acredita em mentes e raciocínio espetaculares, de pessoas, que ainda não mais menino, tem medo! Entendo que a linha paralela do emocional nem sempre acompanha a linha do intelectual. Já fui moço, já vi muitas coisas e digo sem medo de errar que devemos estar em paz, pois quando algo não deu certo, significa que fomos fortes o suficiente para tentar e tentando acumulando experiência para novas tentativas.

O moço de olhar distante ouvia... Abaixou a cabeça e após um longo tempo de reflexão disse com a voz baixa, quase um sussurro:

- O que quer de mim?

O senhor sorriu e disse:

- Não quero nada filho. Quem ama não cobra, não impõe, apenas ama. Também não me importo se me colocas em questão... Pois existe uma semente plantada, se germinará ou não, depende de como cuidarás do jardim. Por amor eu te digo que onde quer que andares estarei contigo e quando for difícil caminhar, te levarei em meus braços. E afagarei seu coração nos momentos de desassossego.

Espantado o moço olhou-o pela primeira vez... E viu um brilho que nunca havia visto em sua vida, apesar de enaltecer e falar da natureza como poucos. Fechou os olhos e timidamente sorriu...

- Eu não pedi nada disso. Contudo agradeço sua boa intenção.

- Filho, confundes gentileza e amor! Amor que cuida. Que protege e que consola. Que se alegra. Amor que sabe que felicidade não existe, mas que cabe a cada um conquistar seus dias, ocasiões e momentos felizes... Amor que não julga, que não cobra, que não subestima. Amor incondicional que lê o sorriso, o olhar e o coração.

O senhor levantou lentamente...

O moço disse:

- Aonde vai? Me fala tudo isso e vai sem me dizer seu nome?

- Olhe dentro de si, vai me encontrar. Olhe ao seu redor, me encontrará nas pessoas, em gestos, olhares e sorrisos. Encontraras-me na natureza, no canto dos pássaros, na ingenuidade das crianças. Meu nome com ou sem letras maiúsculas é tão simples, procure-o dentro de você mesmo, porque vivo em ti.

O moço emocionou-se, deixou cair o escudo imaginário e virou-se para agradecer aquele ancião, mas ele não estava mais ali sentado...

O moço levantou-se, e foi caminhando lentamente, pensativo... Levando consigo uma paz e apenas uma certeza... “Nunca, jamais esteve e nem estará sozinho.”
LEIA MAIS

Gastroplastia e eu...

(antes da cirurgia e 01 ano depois - 45 kg off)


Eu fiz à famosa “redução de estomago” há 10 anos. E se você quiser me ver numa saia justa, me pergunte: “Você faria de novo?” Eu em geral tenho vontade de sumir quando as pessoas me fazem esse tipo de questionamento. Mas, eu vou explicar o porque.

Quando a minha médica me falou a respeito da cirurgia eu fiquei muito indignada... Eu??? Porque??? Eu não era gorda! Eu tinha só 135kg!!!

Sim, eu não me via obesa, eu tinha IMC 43, e não me achava obesa! Mas sabe porque? Eu não tinha na minha casa espelho de corpo inteiro, só de rosto, mas eu só me dei conta disso, durante as palestras, das quais eu participei durante 02 anos. Sim, sim, 02 anos!



 Após fazer todos os tratamentos para emagrecer, sem sucesso, minha médica foi investigando, eu tomava remédios e em um mês inteirinho (com dieta alimentar inclusive) eu eliminava 200 gramas. Não era muito legal não viu! Tanto que nesses dois anos, sim, 02 anos que antecederam minha cirurgia eu perdi 12 kg. Mas, o fator decisivo para a realização da cirurgia foi uma disfunção que eu tinha no pâncreas. Isso mesmo, ele era hiperativo, rsrs... Produzia insulina pra 03 pessoas, me impedindo de queimar calorias e assim perder peso e como todos sabemos a obesidade traz muitas morbidades, pressão alta, problemas nas articulações, colesterol e eu ainda tinha o agravante da fibromialgia, além da depressão e do pânico ao qual eu tinha me recuperado ha menos de 05 anos. Sim, obesa e anêmica. Eu já tinha anemia, eu nunca fui compulsiva. Nunca comi compulsivamente, nem uma caixa de bombom, nem comer por ansiedade ou tristeza, o que eu sempre fiz, foi comer errado! E então veio a reeducação alimentar. Minha maior aliada até hoje!

Aprendi a comer de tudo, tudo que eu nunca tinha provado e dizia não gostar.

Foi então que depois de 02 anos passando com todo tipo de médico, fazendo todos exames, participando de todos tipos de palestras e conhecendo muitas pessoas, algumas bem e outras mal sucedidas. Algumas não voltavam para o grupo, que eu fui para a cirurgia. Eu nunca vi a “gastro” de uma forma estética, mas não nego que me animava pensar em mim mais magra.

Entrar em uma roupa comum, sentar ao lado de outra pessoa no ônibus sem a pessoa me olhar com cara feia, poder comer em público sem todo mundo olhar com aquela cara de “ehhh gorda só come”! Coisas bem simples para qualquer um, mas, que para um obeso é impossível! Um dia antes da cirurgia eu ainda rodava pela cidade para comprar um pijama que não tivesse "cara da vovó", eu já sentia vontade de chorar, quando eu ouvi de um amigo-irmão-roqueiro a frase mais doce e que me fez sorrir da minha estupidez “Ah meu, relaxa, é a ultima vez que você tá passando por isso!”

Na noite que antecedeu a minha cirurgia eu tive uma ideia mágica, conversei tudo com a minha mãe e, tive a brilhante ideia de dizer que eu teria que ir pra UTI, (total mentira, meu médico havia me dito que se algo saísse errado eu ficaria 24 horas lá) porque eu pensei, que se ela me visse na UTI, ela iria desesperar (nunca faça isso por favor)...

Antes de entrar no Centro Cirúrgico eu tirei o anel que uso com meu nome e coloquei no dedo dela, um tipo de ritual, que estaríamos sempre juntas! Era como ir para o abatedouro? Sim! Era!!!!

Quando eu esperava meu médico, que eu exigi ver, um médico que deve ser orientado a fazer aquilo para nos encorajar disse: "Que rosto lindo!" Você quer ver um gordinho irado, fale isso! É como se dissesse: “Só o que se salva é o rosto, heim!!!” 

Tagarelei sem parar no C. Cirúrgico, até que ouvi uma enfermeira dizer “boa noite cinderela”! E acordei, com uma voz conhecida falando comigo... Minha mãe... Minha irmã molhava minha boca com gaze e minha mãe beijou meu rosto e disse: “Oi filhinha, deu tudo certo, você já esta aqui na UTI!” Eu entrei em desespero imediatamente, mas eu estava ainda anestesiada. “Que diabos eu estava fazendo na UTI?” Isso sinalizava que as coisas não saíram tão bem como deveria. Eu estava com todos aqueles aparelhos ligados em mim... Ouvi longe minha mãe se despedir e sair, alguém me dizer que ia tomar banho, aquilo era tudo muito louco, a próxima vez tinha alguém passando antisséptico na minha boca! Foram as 24 horas mais longas da minha vida, descobri que meu médico não viria me ver, tive que brigar pelo meu remédio da fibro, não vi minha família, e não paravam de me trazer gelatina que eu não podia comer! À noite fui para o quarto, minha mãe e minha irmã sempre comigo. Mas eu não respirava sem oxigênio...

Realmente foram dias muito difíceis! Operei na quarta, na sexta o médico me disse: “Se você não andar não te dou alta amanhã!” Uma cinta apertadíssima na cintura, meias de compressão, uma fisioterapeuta fazendo massagem pra você tossir e exercício para o pulmão, além de uma enfermeira que me contou toda sua vida amorosa. Quando o telefone tocava eu queria quebra-lo! Não sou uma paciente muito simpática devo confessar...

Em casa todos os cuidados, 40 dias de 20 e 30 ml de líquidos, depois a nutri mandava a dieta por e-mails, foi aí que começaram os problemas, eu não conseguia comer, passava muito mal. O cirurgião dizia que eu estava com medo de comer, de engordar. E mais grupos de tratamento. Psicólogos, terapias, dias e meses e nada, nenhum tipo de comida, nem sucos, nem sopas... Até que minha endócrino disse enfim o que ele tinha relatado, bulimia! Ele disse que eu tinha bulimia. Isso me deixou completamente indignada, obviamente contestei. Ela mandou novo relatório, ele pediu exames que não pode ser concluído, pois, meu estomago tinha sangramentos, mas ele insistiu, BULIMIA! Levei uma bronca coletiva dos meus médicos, saí de lá chorando. Minha médica me indicou outra clinica, fui até lá, refiz os exames e claro, era uma estenose, ou seja, a passagem do meu estômago para o intestino estava com 4mm não passava nem água, o normal é 18mm.

Nessa fase eu já estava completamente debilitada, com subnutrição, perdido muito cabelo, tinha até falhas. Os dentes quebravam, as unhas descamavam, eu era uma pessoa destruída.




Depois de uma longa briga com o plano de saúde, após 9 meses eu voltei pro C. Cirúrgico para fazer dilatação com balão gástrico, super abalada por ter perdido uma amiga uma semana antes no mesmo procedimento. Com um médico bem indicado, mas que não era o meu, pois ele se negou a fazer o procedimento, pois seria admitir o erro. Esse procedimento, que chamam popularmente de dilatação foi feito mais uma vez, porém até hoje tenho um processo digestivo muito complicado. Anemias constantes, problemas nutricionais com Vitaminas D, B, Cácio, ferritina, etc.

Então, quando me perguntam... Você faria de novo?

Sabendo tudo que eu passei, você faria?


Agora uma coisa, eu não tenho mais colesterol alto, nem problemas no joelho, nem desenvolvi diabetes o que era um risco evidente, a produção de insulina normalizou... Mas, ganhei uma hipoglicemia... Ou seja, depende do ângulo que se vê. Mas eu apesar de ter se passado 10 anos ainda não consigo sorrir e dizer “ai que bom que você vai operar!”

Porque eu conheço o lado difícil de tudo isso.


Tem mais uma coisa, a cirurgia bariátrica não é um milagre! Você opera e vai fazer regime o resto da sua vida, porque comeu, engorda!
A fada madrinha ta congelada em algum livro de conto de fadas.
E, mais. Eu não sou daquelas radicais que dizem que a “gastro” é uma mutilação... Mas não é fácil, no entanto uma coisa aconteceu que me mudou pra sempre, não sei se foi ela, ou a vida enfim...
Eu nunca mais serei a mesma, hoje eu já engordei, não como antes, mas, estou longe de ser aquela Andréia que eliminou 45 kg, isso já não é o mais importante. Hoje o importante é estar bem, estar saudável, vou pra sempre cuidar de mim, não perder os meus sonhos, acima de tudo me valorizo muito mais... Não serei menos feliz por uns quilinhos a mais, não vou deixar o complexo me adoecer, nem o olhar do outro me acusar, minha felicidade tem outros objetivos, hoje quem caminha ao meu lado eu escolho, minha felicidade é rara demais e viver é uma benção a qual eu aprendi a ser grata.


LEIA MAIS