Meu velho...

em 14 de agosto de 2016



Oh pai...

Querido, amado velho...

Tantos anos eu usei a seguinte frase: “Tenho tantas coisas pra te dizer, mas, vou dizer uma que resume tudo, te amo”! Mas, hoje eu não vou dizer isso, eu vou te dizer coisas que nunca disse. Coisas que eu não tinha maturidade pra entender o valor, hoje pai eu vou dizer pra todo mundo porque eu te amarei eternamente...

Lembra quando você chegava do trabalho e eu corria para o portão pra te abraçar? Então, eu amava quando você me pegava no colo, e devagarinho me deixava ir escorregando pelas suas costas e me segurava pelos pés, de cabeça pra baixo... Sabe? Eu amava, gritava e sorria, mas eu sabia que você nunca me deixaria cair...

Aquela vez pai, que você brigou e me colocou de castigo, mas no dia seguinte chegou com muitos chocolates pra me agradar? E quando eu comia creme de amendoim e morria de alergia e você ficava muito bravo? E aquela vez que eu viajei e cheguei em casa com febre e você chorou, acho que você ficou muito pior que eu...

E quando você ia pescar e não tinha coragem de não me levar, só pedia pra eu parar de falar um pouco pra não assustar os peixes? Pois é eu nunca ficava calada né? Desculpa...

Quando você me levava pra rádio com você e, fazia questão de mostrar aquela menininha cheia de laços e dizer que era sua filha... E aquele ovo de pascoa que você comprava pra mim e, ainda me levava pra escolher... Ele não era o maior pai, mas nenhum ovo maior e mais caro é tão bom!

E todas as vezes que você me disse que NUNCA MAIS ia me dar as bonecas que eu queria, rs, porque eu dava banho e cortava os cabelos delas, mas você sempre dava outra! Ia me buscar na escola e esquecia-se de levar a minha mochila e a mamis brigava... Sem contar a sua cara quando viu que eu tinha cortado o cabelo que você achava lindo... Ou quando eu rolei 22 degraus, ou prendi o dedo na embalagem de batom, você nunca reclamou de ter que correr comigo para o hospital, acho que você não ia né, você chorava, rsrs

Ehhh pai, lembra quando você comprou aquele tênis "adidas" lindo, branco e rosa, que eu queria tanto? Pois é pai, você comprou 37 porque eu estava crescendo e meu pé nunca passou de 35, rs... Esse seu jeito atrapalhado, eu também amei!

Quero te dizer que eu jamais terei palavras para agradecer os sonhos que você abriu mão por mim... Seus desejos suprimidos em função de sua família e ainda assim jamais achar pesado, porque tudo e qualquer coisa era motivo para uma festa... Mamãe diz que eu “saí” a você nisso e eu me orgulho... É inesquecível quando você ficou mais emocionado com aquela boneca que eu te pedi e você disse “não”! E, depois chegou com ela, uma caixa maior que eu, com um laço rosa enorme, choramos juntos...

Quando mesmo estando doente você se preocupou mais comigo... Ou me defendendo antes mesmo de saber se eu tinha de fato razão...

Foi com você que aprendi que amigos são coisas de Deus, quando você encontrou um amigo de juventude morando na rua, e trouxe pra casa, e cuidou, ajudou e hoje ele esta bem, porque você acreditou nele, mesmo com todo mundo te criticando!

Oh velho... Quando por fim, você pode realizar o seu sonho... Chegar no estúdio da rádio e ver a minha foto enorme enquanto eu achava que você nem ligava pra mim...

É pai você sempre me amou, mesmo quando eu me revoltei, me afastei, porque eu achava que você amava mais outra família que não era a NOSSA!

Por fim, pai eu peço perdão pelo que não compreendi e pela raiva de amor que eu senti quando você não estava mais dia a dia comigo, quem ia me proteger? De alguma forma você sabia que tínhamos um anjo especial a nosso favor!!!

Meu pai exagerado que fez um escândalo quando apareceram duas manchas no meu rosto e no fim o médico disse que era só mancha de laranja ou limão, rs...

Nós sempre estivemos juntos... Mesmo que a gente não se visse.

Obrigada pai, pelos valores que o senhor me ensinou, pelo seu “genes” que formou meu caráter, forte, intenso e alguns de seus "defeitos" também... Você me chamou e estivemos juntos, até o fim... Não, fim não! Porque nós vamos nos reencontrar! Obrigada por tantas lembranças (as quais seria impossível relatar todas)! Obrigada pelas repreensões e gargalhadas... E até pelos sustos, porque você amava fogos de artifícios... Desculpe pelas vezes que eu não disse "eu te amo" olhando nos seus olhos! Eu queria poder dizer agora... Mas eu vou abraçar e dizer para a pessoa que esteve sempre te representando e sei que o senhor vai aprovar, mas oh, eu sempre te amei.

Feliz dia dos pais meu velho, a rádio do céu, hoje é muito mais emoção, toca uma musica aí pra mim!

Déia Neves

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!