Dobrinha dos sonhos realizados.

em 19 de maio de 2016




O que o seu sonho pode alcançar?

Tem sonho que a gente nem quer acordar e tem sonhos que perdemos os sono só pensando em seus detalhes!

Tem sonho que nem sonho é! Seria mais um pesadelo, ou meta, ou objetivo, ou desejo, ou necessidade… Tem gente que não sonha, ou porque é tão controlador que não se permite sair de si e sonhar, ir longe… Ou, porque perdeu o encanto, os desejos, alguém matou seus objetivos e nem acordado se permite sonhar…

Tem gente que daria tudo por um sonho, assim sem pensar! Tem gente que ora por eles, tem gente que atropela tudo, não só não realiza o onírico como nem vive o que a vida pouco oferece…

Outros arquitetam, desenham, planejam, projetam, idealizam, mas não dão um passo em direção…

Tem sonhos famintos, que quando se permitem voar, esquecem-se do sol até derreter a cera, “ahhh Ícaro”, mas quem pode dizer que o pouco período de realização não foi o clímax da sua existência!!!

Existem também os que envolvem o mundo no seu universo de sonhos contados, cantados, mas que serão pra sempre oníricos e imperfeitos na desventura real!

Nessa história toda de sonho e, tudo que seria capaz por um, me peguei num cantinho chorando e lembrando-me de minha irmã, parte de minha alma que quando eu criança, antes de sonhar ela me cantarolava assim: “Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só, mas, um sonho que se sonha junto é realidade…” (Vem pra cá Raul Seixas)

Depois que eu cresci os sonhos se foram, durante o meu repouso, só às vezes eles me visitam… E eu os amo, com o meu mais sincero amor de alma!

Todas as forças centralizadas em um sonho são válidas, desde que se respeite o próximo, seus desejos e suas vontades. No mais é permitido lutar, é permitido traçar metas e busca-las, é permitido amar além do imaginável seus ideais…

É permitido entrar no jogo…

É permitido sorrir e chorar, porque buscar a realização exige sacrifício, suor e lagrimas, mas quando for um sonho de amor, ele se torna tão necessário, tão vitalmente necessário que os esforços nem serão notados, as dores serão sucumbidas e o cansaço esquecido…

E quando um dia no futuro, o sorriso invadir seu rosto, marcado pelas dobrinhas da sabedoria, existirá uma especial, que aparece duplamente no cantinho do lábio, ela aparece em geral quando alguém fala de seus sonhos e seus ideais, quando você contemplar em alguém essa dobrinha, observe os olhos, eles já não estarão no presente, terão se teletransportado para algum momento passado, onde os sonhos se tornaram reais! (essa é a dobrinha dos sonhos realizados)

Busque seus sonhos com lealdade, não abra mão da sua ética, não deixe sua felicidade jogada num canto… Todos os esforços legais e lícitos valem a pena por um sonho bom! Só sabe o valor do sonho aquele que não tem mais forças ou tempo para sonhar!

(Déia Neves)

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!