Resenha “Todo Seu” – Sylvia Day - Spoiler aos montes, estejam preparados!

em 9 de abril de 2016


Todo Seu é o quinto e ultimo livro da séria Crossfire.

Aí amoras e amores, tanto a dizer que nem sei por onde começar...

Acabei o livro ontem pouco antes da meia noite, em outros tempos eu teria corrido para fazer a resenha, mas fiquei paralisada, eu me preparei tanto para esse ultimo livro, reli os 04 últimos livros e fiquei aguardando, quando a Saraiva avisou que o e-book chegaria no dia 04 eu fiquei tão feliz, mal sabia eu, que a Editora Paralela enviaria os e-books com um erro, em todas as mensagens enviadas entre os personagens faltavam os textos, acreditam? Pois é! Contudo a editora foi super prestativa e corrigiu ainda no dia 05 a maioria dos erros, só que nós consumidores Saraiva ainda não tivemos os e-books corrigidos, eita Brasil! Mas então estão preparadas (os)? #bora...

Eu comecei o livro e já senti como se em cada frase do livro houvesse um pesar de despedida, pode ser que só eu tenha sentido isso, mas para mim, a autora escreveu com imenso pesar esse desfecho, depois de fazer a minha resenha vou dar uma espiada por aí para saber a opinião de outros leitores. O começo do livro eu senti uma dificuldade de ler, parecia que eu estava me arrastando pelas paginas...  Eu comecei ler na terça e acabei na sexta, o que não é comum pra mim, já que o livro tem cerca de 290 paginas...

Eva do nada se tornou uma mulher segura, confiante (se por causa das criticas ao livro IV ou não, cada um tire suas conclusões), mas foi um avanço na personalidade inexplicável, já Gideon se tornou um homem inseguro eu diria até frágil. Esse é meu problema com Sylvia, o que ela faz com Cross... Mas, foi bom de toda forma vê-los tentando caminhar, apoiados um no outro... Agora acreditem, Gideon é um “Dom” né? Pois Eva o propôs a ficar sem sexo até o casamento... Aham! Acreditem, ele topou!

1 min de silencio pela minha indignação...

Bem, daí teve de tudo... Gideon veio fazer a “despedida de solteiro” no Brasil, sinceramente achei que como Sylvia esteve duas vezes no Rio de Janeiro, estava encantada com nossa cidade maravilhosa, mas, além disso ela mostrou como a maioria dos turistas uma imagem estereotipada das brasileiras, infelizmente! Me senti até mal com a parte que fala das “favelas” e dos biquines... (confira aqui abaixo)




Bem, Gideon foi até em um programa matinal de TV! Ah sim, foi...
A mãe de Eva, Monica Stanton não era quem pensávamos... Aliás o que Sylvia reservou para contar a história da mãe de Eva poderia ter sido colocada no terceiro ou quarto livro que foi tão vazio de informação... Era basicamente sexo... Que aliás nesse não teve ao menos daquela forma excessiva o que achei ótimo #mejulguem ....

O pior pra mim foi “Hall” um fotógrafo que tentou matar Cross pois foi mentalmente induzido por “Anne Lucas” que se sentiu traído por Gideon, mas não era nada sexual, era um acordo cósmico!

Mais 1 minuto de silêncio pela minha indignação pela viagem de Sylvia.

Mas, dizem que os fins justificam os meios, então prossegui...

E me deparei com uma Eva que não teve um sofrimento esperado pela morte da mãe. Eu sei que cada um reage de um jeito, mas sinceramente, foi minimamente estranho.
Eu senti na verdade que a autora não queria que o livro fosse vazio e acabou “carregando nas informações”. Sabe aquela novela que deixa tudo para o último capítulo? E de novela nós entendemos... Pois é bem isso...

Eu senti por Cary que foi abandonado nesse livro.

Eu amei o cãozinho que Eva deu a gideon “Lucky”, especialmente o nome, rsrs...

(Essa é a raça de Lucky - Bigle)

Contudo meu final feliz para eles, não contava com um sonho de Eva e Monica. Eu esperava que o futuro se revelasse aos nossos olhos, que...

“Eva já estivesse nas Indústrias Cross, saindo para o trabalho, acompanhada pelo pai “Victor” e olhasse para se despedir de Gideon e o encontrasse brincando com o filho, semelhante a foto que ele tem com o pai “Geofrey Cross”...

Mas esse era meu final idealizado.

Sylvia atendeu a proposta de divulgar o abuso sexual sofrido por crianças, inclusive meninos sim e quanto a isso ela merece nossos parabéns, agora cabe a cada um de nós imaginarmos o destino do Gideon que criamos dentro de nós, porque Sylvia de fato não conseguiu infelizmente, apesar da demora atender as expectativas das pessoas que passaram a amar um personagem que ela criou.

Na nota da Autora Sylvia diz que Gideon já pode seguir sem ela... rs. Concordo, nós também!

Déia Neves 

E.T. Sylvia revelou no seu Twitter que vai escrever um livro sobre Ireland, para quem se interessar...






0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!