ONE NIGHT IS NEVER ENOUGH por Gisele Pinheiro



(Uma noite nunca é o bastante)


Deliciosamente Perigoso

One Night is Never Enough é um livrinho que eu descobri no ano passado, gostei das resenhas, mas não tinha dado muita bola. E mal eu sabia o que estava perdendo!!!

Ele conta a história de duas pessoas de mundos distintos.

Charlotte, uma moça da sociedade, a joia do ton. Por mais que a família dela não tenha títulos, eles são muito respeitados e bem aceitos. Como disse, ela é a joia do ton. A mais bela, a mais perfeita, em tudo. Mas o que as pessoas não vêem é que toda essa perfeição custa muito caro à Charlotte. Ela carrega os fardos de sua família nas costas. Os débitos do pai, a frieza da mãe e o futuro de sua irmã mais nova Emily. Tudo isso depende dela. De ela assegurar um excelente casamento para salvar a todos.

Roman, o rei do submundo. Ele é um homem lindo, lindíssimo, rico, daquele tipo que se fez sozinho. Ele e o irmão Andreas são donos de um império de casas de jogos em Londres, então além do dinheiro ele tem poder sobre a maioria das pessoas influentes da sociedade. É incrível como ele consegue ter tudo e todos em sua mão. Ele é perigoso, deliciosamente perigoso. Calculista, possessivo, egoísta. Afinal de contas, ele pode até ser "aceito" em sociedade, mas todos sabem da sua ligação com o submundo.

E como esses dois mundos se encontram? O pai de Charlotte aposta a honra de sua filha na mesa de jogo. E Roman que já tinha visto Charlotte antes - e já tinha sido fisgado por ela - aproveitou para tomá-la para si. Roubando no jogo, claro. Ele ganha, mas com isso ele arrisca demais. Seu império, a segurança do seu irmão, assim como a sua.

Tudo sobre Roman é bem obscuro, até no final do livro, ainda fica muita coisa obscura sobre ele. Mas eu achei isso muito atrativo, nessa história em particular. Você nunca sabe o que vai acontecer, o que ele vai fazer ou como ele vai fazer para solucionar as coisas. Muita das vezes eu, assim como Charlotte, me sentia uma marionete nas mãos dele.

Como eu havia dito, Roman ganhou com o jogo o direito de passar uma noite com ela, e daí vem o titulo da história " Uma Noite Nunca é o Suficiente".

Os dois são maravilhosos juntos. Ambos são extremamente afetados um pelo outro, viciados um no outro. Uma coisa engraçada é que sempre quando os dois estão juntos, a outra nos faz ver as coisas da perspectiva de Charlotte. Então a gente sempre sempre fica com a sensação de que ele está super no controle e ela é a que está sempre se submetendo a ele. Mas depois que eles se encontram, a autora, às vezes, nos proporciona ver como as coisas funcionam pra ele também. E ele também é tão, ou talvez até mais afetado que ela. Ele não pensa direito, não pensa nas consequências do caso deles. Faz as coisas sem tomar cuidado..

É claro que como em todo romance, eles conseguem resolver tudo e ficar juntos, mas o legal aqui é ver como ele consegue resolver as coisas.. é tudo bem inusitado e às vezes, você não entende mesmo, como as coisas aconteceram, e isso é muito legal!!! Charlotte aprende a ser livre e a libertar os outros também.

E Roman? bem ele não muda não. hahahahaha.. e continua sendo esse handsome devil que ele sempre foi, só que agora completamente apaixonado.

Super recomendo meninas! Esse é pra você que gosta de mocinhos misteriosos, poderosos e perigosos. Esse é pra você que gosta de encontro as escondidas, de chantagem e emoção. :D


LEIA MAIS

SHOOTER - DAHLIA WEST



Olá Meninas!

Boas noticias para esse mês de Abril! Gisa está de férias!!! SIM!!! E isso significa mais resenhas aqui no Sem Fronteiras, até porque eu não farei mais nada além de comer, dormir e ler!

A resenha de hoje é de uma livro que está estourando na gringa, com aqueles elementos que nós costumamos gostar: Mocinho lindo, forte e dominador. Mocinha espevitada e decidida, mas com um coração enorme. Normalmente livros com essas características me conquistam fácil, e eu tava super empolgada com esse aqui, mas não foi essas "coca-cola toda". Enfim, não é toda vez que nós vamos adorar os livrinhos que lemos, né?!



SHOOTER - DAHLIA WEST   continuar
(Atirador)


3,5 ish estrelas

Esse livrinho aqui foi lançado a pouco tempo na gringa e depois que a Jane do Dear Author (blog super legal ( www.dearauthor.com), recomendou ele no twitter todo mundo saiu correndo para ler, inclusive euzinha aqui, porque ela disse que fãs de Kristen Ashley iriam gostar.

Realmente lembra bastante os bikers da minha querida KA, mas sem muito da força dela. Conta a história de uma menina que está fugindo de algo e acaba por ir morar ao lado do mocinho, que é um ex soldadinho e tem amigos soldadinhos também. Claro que todos acabam se apaixonando pela mocinha e pelos seus dotes culinários, mesmo que ninguém tenha explicado como ela aprendeu a cozinhar tão bem...

Devo confessar que estou um pouco decepcionada, a primeira metade da história estava tão boa... as brincadeiras e briguinhas entre o mocinho e a mocinha e do mocinho e com os amigos também estavam ótimas, mas na segunda metade eu fiquei meio entediada.

Algumas coisas me incomodaram bastante, eu acho que ela levou muito tempo para contar a Chris os seus problemas. Ela já estava morando com ele, pelo amor de Deus, e ela nem sequer lhe disse seu verdadeiro nome - e olha que ele sabia que ela tava mentindo! E ela só disse a ele o que realmente aconteceu com ela por causa de um de seus amigos. Eu sei que ela tinha problemas de confiança, mas por favor!

Também eu gostaria de ver Chris resgatá-la, ele é um ex-ranger né?!, ele tinha as habilidades, mas no final ele não fez nada. E sendo um alpha super apaixonado, acho que ele poderia ter sido mais firme em seus sentimentos por ela e simplesmente dizer para aquela cadela loira para ir catar alguns coquinhos na Jamaica de uma vez por todas! Ele foi muito mole na minha humilde opinião.

De qualquer forma, Shooter ainda é uma boa pedida para os fãs de KA, talvez eu é que não estava de bom humor.
LEIA MAIS