MORNING GLORY - LAVRYRLE SPENCER




(Manhã Gloriosa)

Eu tenho uma queda por histórias do velho oeste americano, noivas e maridos por correspondência e tudo mais que acontecia na época. E já tendo lido vááários livrinhos nesse estilo, eu fiquei sem muita opção. Então fui buscar nos sites da gringa novas opções. E lá vem o nome dessa autora, LaVyrle Spencer.. Tem um livro dela, The Endearment, que é MUITO bem recomendado e eu fui caçar, mas para pegar ele, tinha que baixar outros trocentos dela e Morning Glory veio junto, mas eu nunca dei bola. Até que uma amiga me chamou atenção pra ele.

Eu fui caçar as resenhas e fiquei numa vontade.. Comecei a ler ontem mesmo.. que coisa linda gente.

Aqui temos Will e Elly. Ele um órfão, que nunca soube o que é ser amado na vida e também ex-presidiário - ele matou uma prostituta. Ela é chamada por todos de "Crazy - Elly" (Elly - a doida); filha bastarda, foi criada pela mãe mosca morta e os avôs, religiosos fanáticos que trancaram Elly dentro de casa, e ela nunca pode sair. Quando conseguiu ir a escola, sofria de bullying. Você deve estar pensando, que belo par esses dois formam, né?!

Will fora demitido do seu último emprego, estava quase morrendo de fome, literalmente, quando vê um anuncio no jornal: PROCURA-SE UM MARIDO. Sim, Elly colocou o anuncio, ela já tinha dois filhos e estava grávida de mais um. Seu marido tinha morrido e ela precisava de ajuda.

Will foi lá.. gente, as descrições são ótimas. Ambos são pessoas sofridas, que anseiam por aceitação. A autora descreve os pensamentos dos dois em meios as falas. Ela fala: Se você aceitar uma "louca", trabalhar e cuidar das crianças, pode ficar - mas lá no fundo ela está implorando pra que ele fique..
Ele fala; se você aceitar um ex-presidiário, eu posso ficar - mas lá no fundo ele também implora por aceitação. E ele fica! \0/\0/

Começa então a história dos dois. Ele aprendendo a lidar com a liberdade de poder comer, fazer o que quiser, de ter pessoas pra cuidar, pra amar. Ela também, aprendendo a confiar em outra pessoa, a ser aceita pelo que ela é.

Eles se casam e quando tudo parece estar indo bem, Will vai pra guerra. Gente, é um capitulo inteiro com as cartas de ambos. Nem sei como descrever as emoções, o amor de um pelo outro, a preocupação. A gente tem uma boa ideia do que uma família sofre quando um ente querido está longe no perigo.

Quando ele volta, toda a recuperação do trauma... E ai outra bomba. Ele é acusado de matar outra mulher.. Será que eles vão conseguir provar a inocência do Will? Elly vai acreditar nele?

Gente, é de segurar o coração, viu. Estou omitindo muita coisa aqui, para não estragar as surpresas. Mas ele esse livro fala de superação. Mostra como Will e Elly são aceitos na sociedade novamente, como isso é difícil para ambos, com tanta gente julgando. E quando ele é acusado de novo tudo fica abalado.. como Elly vai fazer pra ajudar se ela nunca foi aceita na sociedade?

Espere pra ver o que uma mulher que ama é capaz de fazer!
É de se emocionar e pra guardar como favorito pra sempre.
LEIA MAIS

SLAVE TO SENSATION



SLAVE TO SENSATION (PSY-CHANGELING)
(Escravo da Sensação)
Nalini Singh


Vocês sabem que eu não gosto de livros sobrenaturais e/ou paranormais. Admito, sou preconceituosa - culpa de Crepúsculo - mas essa série tem me chamado há algum tempo.

Aqui no Brasil, os grupos de tradução fazem de tudo para traduzir o mais rápido possível para as fãs da série, e minhas amigas sempre me falaram muito bem e tals. Mas eu pensava comigo.. "Hum, esse negócio de homem virando lobo, leopardo, pantera e mais coisas telepáticas não é minha onda não!" E eu também pensava - erroneamente - que essa era mais uma série com cenas de sexo gratuito. Mas não era que eu estava completamente errada!!??

Ai, enquanto lendo o livro eu me perguntei várias vezes:

POR QUE RAIOS EU NÃO TINHA LIDO ISSO ANTES, MEU DEUS??!!

Sim, é bom desse jeito. E o melhor é que eu ainda tenho mais 11 livros pela frente!

A série se passa no ano de 2079, onde a humanidade se divide entre humanos, Psy (formas evoluídas dos humanos que tem poderes da mente. Eles não possuem sentimentos, abafaram isso neles, são frio, práticos e dominam a politica e a maioria dos negócios) e os changelings (também evolução de humanos. são meio humanos, meio animais. Com eles não tem essa de não sentir. São passionais.).

Sascha é uma Psy de alto escalão, que é designada para trabalhar com Lucas líder dos DarkRivers, os leopardos. Ambos tem motivos maiores por trás dessa simples operação comercial. Ele quer descobrir que Psy que está matando as mulheres do seu povo e ela, bem ela quer saber quem ela realmente é, e sabe que está sendo usada pela mãe para descobrir os segredos do povo de Lucas.

Claro que eles começam a se envolver, mas a beleza está na construção dessa história. Nada é apressado. Sascha sempre se achou defeituosa, porque ela não conseguia abafar os seus sentimentos e não conseguia desenvolver os seus poderes de Psy.. ao menos era isso que faziam ela acreditar.

Com o passar dos anos ela não estava mais conseguindo manter a fachada fria dos Psys e ela estava aterrorizada que o seu segredo fosse descoberto. E quando ela conhece Lucas e começa a conviver com ele e o seu povo, que sente tudo, ela sabe que é questão de tempo até que tudo venha por água abaixo.

E Lucas, crianças, o que é esse homem. Super alpha e possessivo quando deve ser, mas ele também é super protetor e consegue ver que Sascha é mais do que ela parece ser.

Daí pra frente a autora nos presenteia com uma trama bem intricada, com suspense, ação, romantismo e muita sensualidade. Você é fisgado desde a primeira página. É impossível não se encantar com esse novo mundo e como todos os perigos que uma guerra entre as espécies pode causar!

Eu estou louca para ler a história do Hawk (o líder dos Lobos) e dos sentinelas de Lucas! Delícia minha gente!

Leia, você não vai se arrepender!
LEIA MAIS