Dias frios...

em 28 de dezembro de 2010



São dias frios... Existem pedras, umidade, existe vazio!
São dias vazios, existe falta, existe perda...
É inevitável a solidão...
Olhos sem brilho, sem expressão;
É tudo vazio, não tem cerrado, não tem sertão!
É tudo um fim, sem recomeço, sem reencontro, sem reação...
Luta sem expectativa, já não se vive, se sobrevive...
Já não se sonha, se respira...
Não se transpira...

Não tem porque, não tem motivos, não tem razão...
Imerso no não, no nunca mais...
De improvável a impossível, tudo esta morto...
Nas cinzas nem um sinal de uma pequena chama.
Não há mais luz, tudo é breu e nada meu...

Não há mais passos, menos ainda aqueles abraços,
Nem as lembranças que alimentavam, já não existem...
Existe um abismo que leva a desistência,
Não é mais possível relutar, resistir...
Hora de se deixar cair...
Mergulhar, não mais em cachos, em vc...
No escuro, no nada...
Permanecer inerte... Até o fim...
Até que tudo acabe, passe... adormeça pra sempre...

0 comentários :

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, é muito importante para nós!